Líbano, crucial para a paz no mundo

Bento XVI recebe primeiro-ministro do país em audiência

| 898 visitas

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 29 de novembro de 2011 (ZENIT.org) - O território libanês é um elemento crucial para a paz no Oriente Médio e no resto do mundo. Este foi um dos aspectos mais importantes abordados no encontro entre o papa Bento XVI e o primeiro-ministro do país, Najib Mikati. O encontro aconteceu na manhã desta segunda, no Palácio Apostólico, onde o Santo Padre recebeu em audiência o Presidente do Conselho de Ministros do Líbano.

Mais tarde, Najib Mikati visitou o Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Tarcisio Bertone, acompanhado do Secretário para as Relações com os Estados, Dom Dominique Mamberti. Durante as conversas, em clima cordial, foi destacado o papel que o Líbano tem na região e no mundo, bem como a sua vocação a oferecer uma mensagem de liberdade e de convivência respeitosa entre as diferentes comunidades cristãs e muçulmanas que o compõem.

A reunião mencionou ainda os meios para a estabilidade política e para uma cooperação mais frutífera entre os responsáveis pela vida social e institucional, com o objetivo de encarar eficazmente os desafios que o país precisa vencer nacional e internacionalmente.

O papa e o primeiro-ministro libanês deram particular atenção à situação do Oriente Médio, mencionando o delicado momento na Síria. Pediram que todos se comprometam com a coexistência pacífica baseada na justiça, na reconciliação e no respeito pela dignidade da pessoa humana e pelos seus direitos inalienáveis. Ambos reafirmaram, visando este objetivo, a contribuição que pode ser oferecida pelos cristãos, chamados a ser construtores de paz e de harmonia, e cuja permanência no país é essencial para o bem da região.