Compartilhe este artigo

Limitar liberdade religiosa, «sintoma alarmante da falta de paz»

Disse o observador vaticano Migliore na Assembléia Geral da ONU As limitações à liberdade religiosa, presentes ainda hoje em vários países, são para a Santa Sé um sintoma da «falta de paz», afirmou o arcebispo Celestino Migliore, observador permanente da …