Liturgia bizantina pela paz na Síria e no Oriente Médio

Celebração é promovida pela diocese de Roma e pela Igreja greco-católica melquita

Roma, (Zenit.org) | 914 visitas

Nesta sexta-feira, 1º de fevereiro, a basílica romana de Santa Maria in Cosmedin, igreja católica de rito oriental bizantino greco-melquita, receberá uma divina liturgia bizantina para orar pelo fim da violência na Síria e pela paz em todo o Oriente Médio.

A celebração, promovida pela diocese de Roma e pela Igreja greco-católica melquita, é presidida pelo arquimandrita Mtanios Haddad, apocrisário patriarcal de Sua Beatitude Gregório III, patriarca da Igreja católica greco-melquita e reitor de Santa Maria in Cosmedin desde 2006.

"Basta de guerra e de atrocidades que estão devastando a nossa Síria", apela o padre Mtanios Haddad, que acrescenta: "É preciso silenciar as armas o mais rapidamente possível e empreender o caminho da reconciliação e do diálogo. Mas, para isso, é urgente fechar imediatamente as torneiras da ajuda econômica que está financiando a guerra".

O sacerdote melquita explica que "a desfiguração do povo sírio é feita por armas e por homens que, em sua maioria, vêm de fora, porque este conflito é filho de interesses de fora da própria Síria. Há um verdadeiro incentivo para prolongar o máximo possível o estado de crise que está produzindo apenas morte e destruição".

O pe. Haddad pede um "rápido retorno a uma oposição democrática, baseada no diálogo e no intercâmbio, pelos direitos de todos os cidadãos sírios, independentemente de cultura, religião ou etnia".