Lourdes quer explicar a nova vitalidade das peregrinações

Apresentado em Roma um congresso que se celebrará em setembro

| 982 visitas

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 29 de julho de 2008 (ZENIT.org).- Um congresso internacional convocado em Lourdes pretende compreender e explicar a nova vitalidade das peregrinações.

O encontro, “As peregrinações: itinerários históricos, itinerários de fé, itinerários geográficos”, que se celebrará no palácio de congressos da cidade mariana de 17 a 19 de setembro, foi apresentado esta terça-feira na sede de Rádio Vaticano.

A iniciativa, que inclui encontros, testemunhos e mesas-redondas, é organizada pela Prefeitura de Lourdes e o instituto de Estudos Políticos da Universidade de Aix-en-Provence.

Na apresentação, interveio o bispo Renato Boccardo, secretário-geral do Governo do Estado da Cidade do Vaticano, que ofereceu uma chave de leitura para compreender o motivo pelo qual as peregrinações estão em moda em um mundo onde em geral diminuiu a prática religiosa.

“Vivendo na assim chamada aldeia global, o homem de nosso tempo não pode evitar se defrontar com o mistério da dor, da precariedade e da morte; não lhe basta a insignificância que caracteriza seus dias: tem necessidade do sagrado para dar um significado a sua existência”, explicou.

“E Deus –acrescentou–, ainda que esteja em toda parte, às vezes deve ser buscado em lugares particulares. Lugares, por exemplo, onde sua manifestação extraordinária deixa espaço a sinais objetivos perenes de sua ação salvífica na Igreja, com a liturgia, a oração, a penitência”.

Portanto, segundo Dom Boccardo, “a Igreja tem uma responsabilidade e um dom: fazer de uma realidade tão humana e universal, como é a peregrinação, um instrumento de graça, de conversão, de comunhão e de renovação para o mundo”.

O Congresso terá lugar poucos dias depois da visita do Papa a Lourdes (13 a 15 de setembro), com a qual celebrará os 150 anos das aparições da Virgem Maria.