Mais de 10 mil peregrinos em Washington para a Marcha pela Vida

Encontro é no Santuário Nacional da Imaculada Conceição, com missa de abertura presidida pelo cardeal O'Malley

Roma, (Zenit.org) Redacao | 496 visitas

Depois de Paris, Washington também vai às ruas pela vida. Hoje à noite, mais de dez mil peregrinos são esperados no Santuário Nacional da Imaculada Conceição para a vigília de oração anual celebrada na véspera da Marcha pela Vida. Em sua 41ª edição, o evento se tornou uma tradição da Igreja norte-americana para recordar, como um alerta importante, o triste aniversário da decisão "Roe versus Wade", da Suprema Corte, que legalizou o aborto no país em 1973.

A missa de abertura será presidida pelo card. Sean O'Malley, arcebispo de Boston e presidente da Comissão Episcopal para as atividades pró-vida. O prelado disse que o julgamento de 1973 é o exemplo mais evidente do que o papa Francisco chamou de cultura do descarte. "A nossa sociedade relega o aborto a uma questão de escolha pessoal, muitas vezes até negando o reconhecimento da dignidade humana das crianças não nascidas", declarou ainda.

A vigília prosseguirá da meia-noite em diante com momentos de oração e de espiritualidade: confissões, rosário, oração da noite e exposição do Santíssimo Sacramento.

Amanhã de manhã, a missa de encerramento será celebrada às 7h30, presidida por dom Charles Chaput, arcebispo da Filadélfia, antes da marcha rumo ao Supremo Tribunal, organizada por várias organizações pró-vida.