Mais de 40.000 jovens de outros países estarão no Paraná para a Semana Missionária

Entrevista exclusiva com Pe. Joel Nalepa, assessor regional da JMJ no Regional Sul 2

Brasília, (Zenit.org) Thácio Siqueira | 1060 visitas

Faltando 191 dias para a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013, o abraço que os jovens brasileiros darão ao Papa Bento XVI e aos jovens do mundo inteiro chegará ao climax com o abraço do Cristo Redentor em Julho do próximo ano. Os Símbolos da Jornada incansavelmente continuam a sua peregrinação pelas dioceses, que se preparam para a Semana Missionária e para acolher os jovens de todo o mundo.

Símbolos da JMJ e Campanha da Fraternidade

Em entrevista a ZENIT, Pe. Joel Nalepa, assessor Regional da JMJ no Regional Sul 2 – dioceses do Paraná – falou que nesse momento isso é o que mais chama a atenção já que o mês de fevereiro será marcado pela passagem dos símbolos pelas Dioceses e também pela Eparquia Ucraniana.

Na capital paranaense, Curitiba, no dia 23 de fevereiro de 2013 se realizará o Show “Bote Fé”. Pe. Joel, que acompanha de perto esses preparativos, disse também que “em cada diocese está sendo esperada a passagem dos símbolos com uma programação rica em espiritualidade, vigílias, momentos culturais, musicais, compromisso missionário e atividades que certamente motivarão toda a comunidade”.

Algo significativo para as dioceses paranaenses será a coincidência da abertura da Campanha da Fraternidade 2013 – “Fraternidade e Juventude” – com a passagem dos símbolos da JMJ, “que será uma oportunidade para que a Juventude seja, de fato, colocada em evidência e acolhida como opção preferencial pela Igreja em nossas dioceses”, afirmou Pe. Joel.

Semana Missionária

Em vista da Semana Missionária, esse momento será muito útil para congregar e formar os jovens que partirão de Missão e os que irão para JMJ. “Nesse sentido – comentou Pe. Joel - nosso Regional se prepara e nesse momento as Dioceses estão preparando suas equipes, paroquias... para que todos se envolvam (adultos, jovens, religiosos, padres...)” ajudando-se pelo Manual de Preparação da Semana Missionária, subsídio da CNBB.  

Vigílias, retiros, acampamentos estão sendo organizados nas dioceses. Pe. Joel destacou o exemplo da diocese de Ponta Grossa, onde “está sendo organizado um grande acampamento para o dia 27/01/2013 para que os jovens que já se inscreveram ou que estão em processo de inscrição para a JMJ (cerca de 700 jovens) possam fazer uma experiência de catequese, de retiro e envio missionário, e, dessa forma, voltando para as suas comunidades sejam multiplicadores convidando as comunidades para a passagem da Cruz, Semana Missionária e JMJ. Nesse encontro – revelou o Pe. Joel - D. Eduardo Pinheiro, presidente da Comissão Pastoral para a Juventude estará presente.”

Acolhida aos Jovens estrangeiros

São 11 as dioceses que “estão cadastrando as famílias que possam acolher os jovens durante a semana Missionária” – afirmou Pe. Joel. Até mesmo cursos de línguas estão sendo organizados e também encontros com a finalidade de preparar os jovens e as famílias para acolherem os missionários.

E sobre a expectativa de número de jovens de outros países, “há uma possibilidade de que o Paraná acolha, nas 11 dioceses cadastradas mais de 40.000 jovens de outros países no período da Semana Missionária”. Pe. Joel não duvida de que a Semana Missionária será “marcada por muita espiritualidade, missão, cultura e boas experiências de fé e de convivência”. No final da entrevista destacou também os anseios que o Regional 2 tem: que “o Paraná, terra de missão e de agentes missionários quer ser sinal da Igreja que evangeliza acolhendo a juventude com muita esperança e alegria”.