Mais do que nunca, nossos irmãos Sírios precisam da nossa oração AGORA!

Ajuda a Igreja que sofre lança semana de oração pela paz na Síria - Parte II

Roma, (Zenit.org) | 620 visitas

Começou na sexta-feira, 30 de Agosto, e vai até o dia 6 de Setembro, a Semana de oração pela paz na Síria - assim informou a fundação AIS semana passada.

A cada dia de oração a Fundação AIS oferece declarações enviadas diretamente da Síria trazendo informações e as palavras do povo sírio.

Publicamos a seguir o segundo, terceiro e quarto dia de intenções:

***

Segundo dia : conforte quem sofre por causa da violência

A Síria é um campo de batalha . "Tudo foi destruído. O mundo do trabalho, a inocência das crianças, as famílias , os lares , as escolas, os locais de culto, os hospitais,... uma tragédia cruel ocorre sob o olhar silencioso de muitos. A pequena nação que carrega o pesado fardo da imagem de Jesus com a Cruz. E Simão de Cirene demora pra chegar".

6,8 milhões de pessoas estão sofrendo por causa do conflito em curso. "O tempo do silêncio se aproxima... olhares silenciosos cheios de lágrimas e corações partidos são a linguagem que nos une ao Coração Imaculado de Maria aos pés da Cruz".

Por todos aqueles que sofrem por causa da violência. Oremos para que, depois de tanta dor e tantos horrores que testemunharam, os sírios não percam a esperança de uma solução pacífica e justa. Oremos para que muitos "Cireneus" possam vir, prontos para compartilhar o peso da cruz e aliviar o fardo do povo sírio .

Maria, Rainha da Paz , rogai pela Síria, rogai por nós .

*

Terceiro dia: conforta aqueles que choram pelos seres queridos

A crise síria começou no dia 15 de março de 2011 e já tirou muitas vidas. Jamais o país tinha conhecido um momento tão trágico . As Nações Unidas falam de mais de 100 mil mortes e diante de uma tal situação as palavras dizem pouco. As cidades estão destruídas e os “únicos planos de desenvolvimento são dos cemitérios". Uma trágica história nos vem da Síria: "uma menina de seis anos de idade brincava de esconde-esconde com seu irmãozinho mais novo, quando o bebê foi morto por um franco-atirador . Poucos dias depois, em lágrimas em frente do túmulo de seu irmão, a criança gritou: "Saia daqui, não quero brincar mais".

Oremos pelas vítimas da guerra. Por todas elas, e cada uma delas. Não são números, mas nomes e membros de uma família. São mães, pais, filhos e filhas. São irmãos e irmãs, filhos de Deus que os criou à Sua Imagem e semelhança. Oremos para que o direito à vida de cada um seja respeitado e defendido.

Maria, Rainha da Paz , rogai pela Síria , rogai por nós .

*

Quarto dia: ajude os países vizinhos da Síria para que acolham os refugiados

De acordo com o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados ( ACNUR) os refugiados sírios seriam 1.971.003 . A maioria deles encontraram refúgio na Turquia, Líbano, Iraque e Jordânia. À cifra estimada das Nações Unidas é preciso acrescentar os muitos que têm medo de se registrar como refugiados, porque temem repercussões no final do conflito, e as muitas pessoas deslocadas internamente .

"A cada segundo do dia, meu desejo é um só: voltar para a minha pátria. O meu coração está ferido. A única coisa que me mantém aqui são os meus filhos. Se eu estivesse sozinha voltaria para a Síria, mesmo que isso significasse ir para a morte", lamento de uma mãe refugiada na Turquia com seus dois filhos .

É impossível imaginar o futuro deste país, que há um tempo abrigava milhares de refugiados de todo o Oriente Médio. "Durante a guerra no Iraque nos refugiamos na Síria . Tivemos que começar do zero e reconstruir nossas vidas. E depois há dois anos atrás " tivemos que voltar novamente ao Iraque. Ali meu filho foi atingido na cabeça por uma bala quando jogava futebol com os amigos. Graças a Deus sobreviveu , mas agora está paralisado. Não foi possível nem mesmo remover a bala, é muito perigoso. Há dois meses estamos na Turquia, hospedados em uma família. Esperamos que eles nos ajudem".

No Líbano os refugiados são mais de 700 mil. O Arcebispo de Zahlé e Furzol , John Issam Darwish escreveu-nos : "Agora fazem 10 meses que ajudamos os refugiados. Começamos apoiando 19 famílias, mas o número de pessoas necessitadas aumentou rapidamente e de forma incrível. Agora ajudamos 580 famílias. E serão muitas mais se a situação se agravar e o conflito se espalhar por toda a Síria”.

Oremos por todos aqueles que tiveram que deixar sua família e lar. Por aqueles que estão com fome e não tem um teto sobre sua cabeça. Oremos por aqueles que vivem em campos de refugiados. Oremos pelos países que recebem refugiados e por aqueles que oferecem ajuda e assistência aos sírios

Maria, Rainha da Paz , rogai ela Síria , rogai por nós .

Trad.TS