Mais duas nomeações episcopais para o Brasil

O Santo Padre nomeia bispo de Leopoldina e auxiliar de São Paulo

| 1491 visitas

ROMA, quinta-feira, 28 de junho de 2012 (ZENIT.org) - Ontem, 27 de junho, o Santo Padre nomeou mais dois bispos para o Brasil. O Pe. José Eudes Campos do Nascimento, como bispo da diocese de Leopoldina e o Pe. Sérgio de Deus Borges, como bispo auxiliar da arquidiocese de São Paulo.

José Eudes Campos do Nascimento, bispo de Leopoldina, nasceu no dia 30 de abril de 1966 em Barbacena, na Arquidiocese de Mariana, em Minas Gerais. Depois de cursar o ensino fundamental na sua cidade de origem, estudou no Instituto de Filosofia dos Padres Salesianos, em São João del Rei (1988) e no Instituto de Filosofia Santo Tomás de Aquino, em Belo Horizonte (1989-1990). Depois estudou teologia no Seminário Maior São José da arquidiocese de Mariana (1991-1994) e recebeu a ordenação sacerdotal no dia 22 de abril de 1995, incardinando-se no clero da arquidiocese, onde ocupou os cargos de vigário paroquial, administrador paroquial, assessor arquidiocesano para a pastoral juvenil, pároco, diretor espiritual do seminário maior, membro do conselho presbiteral e do Colégio dos consultores, representante dos presbíteros da arquidiocese para os organismos eclesiais regionais e nacionais. Atualmente tinha o cargo de vigário episcopal da região norte e de pároco de Santa Efigênia na cidade histórica de Ouro Preto.

O Pe. Sérgio de Deus Borges, nasceu no dia 4 de abril de 1966 em  Alfredo Wagner, na Diocese de Rio do Sul, Estado de Santa Catarina. Frequentou o Instituto de Filosofia em Ponta Grossa (1985-1987). Depois conseguiu a licenciatura em Direito Canônico na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma (1997-2000) e a licenciatura em teologia na Pontifícia Universidade Católica de Curitiba. No dia 6 de Fevereiro de 1993 foi ordenado sacerdote e foi incardinado na diocese de Cornélio Procópio, na qual teve o cargo de pároco , assessor da pastoral para a juventude, para a família e para os prisioneiros; diretor espiritual do movimento Serra Clube (1993-1994); professor do seminário Menino Deus (1995-2011), professor e reitor do seminário maior São José e Jataizinho (1995-2011). Na província eclesiástica exerceu a função de docente e diretor de estudo do Instituto de Teologia de Londrina, desde 2007, e presidente do tribunal eclesiástico interdiocesano. Desde 2011 era pároco da Imaculada Conceição em Jataizinho. 

 TS