Mariologia e Cultura

Maria não é uma substituta de Cristo e nem se opõe a Ele

Recife, (Zenit.org) Pe. Rafael Maria, osb | 712 visitas

Os leitores da ZENIT já há algum tempo vem apreciando meus artigos mariano-mariológicos no intuito de conduzi-los a um conhecimento, a um caminhar para um melhor aprendizado sobre alguns aspectos da veneração a Virgem Maria. Se faz necessário um contínuo aprendizado sobre esta mulher tão celebrada, há dois mil anos. Em meio a uma avalanche de devocionismos incoerentes aos padrões da sã doutrina, onde muitos são na sua ingenuidade conduzidos por literaturas e até celebrações que nada dizem da essência desta mulher e do seu papel na vida de Cristo e da Igreja.

O mês de Maio, mês reconhecido mundialmente como dedicado a Nossa Senhora, damos início ao novo «Curso de Cultura Mariológica I» no intuito de dar continuidade aos estudos marianos presente no site www.cursoscatolicos.com.br.

Porque um curso de Cultura Mariológica? Por incrível que pareça, a Religião entra também no caminho cultural de um povo e este procura através de expressões concretas manifestar sua fé dentro de uma realidade epocal. Maria na fé católica é um sinal concreto desta cultura, não só teórica, mas prática. Ela é reverenciada também no Islamismo.

A dois milênios que, ao lado de Jesus Cristo, a Virgem Maria é uma figura única no âmbito feminino que é venerado e imitado. Maria não é uma substituta de Cristo e nem se opõe a Ele. É a colaboradora exemplar na obra salvífica do Filho de Deus. Isto não é pouca coisa! Pode parecer pelas expressões dos fiéis que ela esteja à frente do Filho, porém o verdadeiro devoto e o estudioso se dá conta de que é o contrário. O amalgamar-se do Filho com a Mãe, isto é a adesão completa á causa do Reino, é o futuro pra uma eclesialidade autêntica: escuta, prática e serviço.

Conhecer Maria através da cultura é centrar sua pessoa no contexto sociológico e antropológico do homem e da mulher, onde percebemos não uma diferença de sua pessoa por ser a Mãe de Deus, mas sua humanidade igual a nossa, inserida em todos os percursos da história do homem e da mulher lutando pela renovação da humanidade em Cristo.

O «Curso de Cultura Mariológica I» (CCM) visa dar continuidade ao «Curso Básico de Mariologia» incentivando a cultura e constante formação mariológica no âmbito pastoral e virtual. Será oferecida uma sequência de lições onde o alunado virtual poderá tranquilamente usufruir de novos temas atuais da mariologia.

Dar continuidade aos estudos mariológicos é importante para aqueles que desejam conhecer e ajudar a muitos irmãos na fé. Infelizmente existe uma boa parte de católicos desinformados e que insistem ainda em só olhar o papel da Mãe de Jesus no papel doce, meigo

O Curso não pretende ser acadêmico, embora os conteúdos o sejam, mas sim um aprendizado para a pastoral, a fim de ajudar na formação e na catequese com uma sólida formação teologia, não tendenciosa, mas dentro dos parâmetros de ensino da Igreja.


Método : O aluno poderá fazer um percurso gradativo e didático sem sair de casa. O curso é assessado através de ambiente virtual (internet) em qualquer dia e horário, porém é desejável frequência e dedicação.


Avaliação
: Será feita a partir de exercícios em cada tópico/lição e um Trabalho final para se obter um Certificado.


Participação: Será monitorada a participação dos alunos. Poderão interagir entre si e o professor nos Fóruns de cada tópico, onde também poderão deixar suas dúvidas e sugestões a fim de melhorar o aprendizado.

Conteúdo do Curso contem doze lições:A) História da Mariologia: 1) A devoção mariana no Brasil; B) Mariologia bíblica: 2) Maria aos pés da Cruz: o uso litúrgico de Jo 19,25-27; C) Mariologia patrística: 3) Maria e o seu serviço "Sacerdotal" nos Padres da Igreja; D) Mariologia Magisterial: 4) Maria na «Exortação Verbum Domini»; E) Mariologia dogmática I: 5) Maria e seu vínculo relacional com a Trindade; F) Mariologia dogmática II: 6) Como entender o papel da «Co-redenção» de Maria no plano de Deus? G) Mariologia contemporânea I: 7) A Mariologia Tomista; H) Mariologia contemporânea II: 8) Maria e a vocação Politica; I) Mariologia litúrgica: 9) Maria no mistério pascal; J) Piedade popular e Mariologia: 10) A origem do Rosário não provém dos Dominicanos; L) Mariologia no Diálogo Inter-religioso: 11) Maria no Islamismo e no Alcorão; M) Mariofania e Mariologia: 12) A co-redenção mariana em H. U. von Balthasar. As mariofanias seriam uma manifestação da cooperação de Maria na obra da salvação?

Em breve daremos continuidade com o «II Curso de Cultura Mariológica».

Pe. Rafael Maria é formado em Teologia Monástica pelo Pontifício Ateneo Sant’Anselmo – Roma e doutor em Mariologia pela Pontifica Faculdade Teológica Marianum - Roma. Leciona os cursos «Básico de Mariologia» e «Cultura Mariológica» via internet  www.cursoscatolicos.com.br

Para maiores informações e comentários: d.rafaelmariaosb@hotmail.com