Ministro italiano na estrada de São Francisco

Iniciativa da Obra Romana de Peregrinações começa nesta quinta-feira

| 858 visitas

ROMA, terça-feira, 24 de abril de 2012 (ZENIT.org) – Nesta quinta-feira, 26 de abril, acontece a iniciativa da Obra Romana de Peregrinações chamada “Via Francigena de São Francisco: a estrada de todos”.

O ministro italiano de Assuntos Regionais, Turismo e Esporte, Piero Gnudi, acompanhado por dom Liberio Andreatta, vice-presidente da ORP, percorrerá a pé, com as autoridades civis e religiosas e junto com os peregrinos e moradores locais, um trecho da chamada Via Francigena de São Francisco, uma estrada antiga, patrimônio cultural e espiritual das gerações de peregrinos que a percorreram nos últimos séculos, e ao mesmo tempo nova, pelas possibilidades de valorização do território que o seu percurso oferece.

A tarde de passeio e celebração começará no Santuário de Greccio. Os participantes chegarão à Abadia de San Pastore a pé, para saborear os produtos típicos locais.

A ORP organizou este evento acreditando que a grande herança espiritual, cultural e artística do território entre Roma e Assis através de Rieti deve ser valorizada e conhecida: "Nós acreditamos que é essencial promover uma cultura do caminho, que leve a redescobrir a simplicidade das pequenas coisas e a beleza do caminhar sem pressa em harmonia com a natureza", disse o padre Caesar Atuire, administrador delegado da ORP. "Essa busca de harmonia, que envolve o homem com seu Criador, Deus, se torna ela própria uma busca espiritual".

Trechos como a Via Francigena de São Francisco têm ainda o objetivo de revelar a chamada "Itália menor", rica em história e espiritualidade, e são uma ferramenta oferecida àqueles que estão em busca de uma resposta para a questão do significado da vida.

A caminhada por lugares da história antiga e ricos de significado espiritual faz parte de um verdadeiro modo de vida, o estilo de vida peregrino, cujo principal objetivo é restaurar uma dimensão do viajar que pode ser benéfica para o bem-estar espiritual e material do homem.

A Via Francigena, uma forma de viajar e de conhecer os pontos turísticos, a espiritualidade, a história, a arte, as pessoas e as regiões magníficas da Umbria e do Lácio, é uma estrada dividida em 14 etapas. Seu nome vem da pregação itinerante do "pobrezinho de Assis", que, já em 1209, caminhou até Roma junto com alguns companheiros para conseguir a aprovação inicial da formula vitae, de parte do papa Inocêncio III.

Mais informações: www.operaromanapellegrinaggi.org