Missa Solene para Madre Teresa de Calcutá

A espera do segundo milagre para a canonização da Beata

| 1014 visitas

ROMA, quinta-feira, 06 de setembro de 2012 (ZENIT.org) – Os quinze anos após a morte de Madre Teresa de Calcutá foram lembrados, ontem, durante uma missa na antiga igreja de Santa Maria em Domnica, também conhecida como Santa Maria alla Navicella, em Roma.

A solene liturgia foi presidida pelo Cardeal Angelo Comastri em uma igreja lotada e enriquecida pelo imponente Coro da Diocese de Roma. Ao lado do altar, em meio a fumaça do incenso, era possível ver uma imagem da Beata Teresa de Calcutá.

"São 15 anos da morte de Madre Teresa, mas a sua memória está muito viva porque os santos deixam uma marca", disse o Cardeal Comastri a Zenit.

“As falsas grandezas - continuou o prelado – se apagam. Madre Teresa disse uma vez que a história é o incinerador de todo orgulho, mas ela era humilde e por isso a sua memória ainda está viva e seu exemplo ainda fascinante”.

Comastri concluiu dizendo que "o exemplo de Madre Teresa é importante na Igreja hoje especialmente depois que o Papa proclamou o Ano da Fé. Toda crise na Igreja tem suas raízes em uma crise de fé: nos disse em muitas ocasiões o Papa, e Madre Teresa repetiu diversas vezes”.

Após a comunhão, uma freira das Irmãs da Caridade, disse que "a mensagem de Madre Teresa para cada um de nós é: o Criador tem sede da sua resposta de amor. A madre exortava a nós irmãs, com estas palavras: amem umas às outras, como Deus amou vocês, pois o amor é o fundamento do sentido da vida e onde há amor, há Deus”.

Concluída a Missa foram expostas duas custódias com relíquias de Madre Teresa para veneração dos fiéis; depois, duas irmãs entregaram um pequeno cartão contendo uma medalha e uma frase da beata albanesa  ‘transplantada’ na Índia.

Padre Brian Kolodiejchuk, postulador da causa de canonização de Madre Teresa de Calcutá, disse a ZENIT: "Estamos à espera de um milagre, recebemos muitos relatos de graças, todos os anos, quase sempre ocorrem casos importantes e estamos investigando, ainda que, no momento esperamos um caso forte e sólido o suficiente para apresentar para o processo. Estamos confiantes de que vai chegar”.

"É preciso lembrar - disse o postulador - que para um milagre útil ao processo de canonização, alguém deve rezar pedindo a Madre Teresa e  ela deve  interceder, Deus tem que realizar o milagre, mas também é necessário que as pessoas nos informem sobre o que aconteceu. Então, como postulador, eu me ocupo de que seja estudado e apresentado ao comitê científico adequado”.

"A comunhão dos santos - acrescentou o postulador - permite-nos estar mais ligado à freira beata. De certa forma, é mais fácil agora, porque antes era necessário chamá-la pelo telefone ou em Calcutá, ou escrever uma carta, e como chegavam muitas, a resposta era lenta. Agora podemos nos comunicar com ela  24 horas, todos os dias".

As Irmãs de Madre Teresa no mundo hoje são 5.080 e  765 casas  ( 21 na Itália e 7 em Roma).

(Tradução:MEM)