Missão Inter-religiosa visita hospital israelense que atende feridos sírios

Quase 300 pacientes sírios internados apesar da inimizade existente com Israel. A medicina como uma ponte entre os povos

Roma, (Zenit.org) Redacao | 280 visitas

Um grupo de religiosos da América Latina, no final da sua visita de seis dias a Israel, visitou o centro médico Ziv e doou medicamentos para os pacientes sírios feridos na guerra civil e evacuados para este hospital de Israel.

Assim informou a agência de notícias World Jewish Congress em um comunicado enviado à nossa redação onde especifica: “A missão que foi realizada para favorecer a cooperação inter-religiosa antes da chegada do Papa Francisco a Israel nos próximos dias, e encontrou pacientes feridos, aos quais ofereceu orações e apoio".

Apesar da inimizade entre a Síria e Israel, mais de 293 feridos provenientes da Síria foram tratados no Ziv Medical Center, que atende a área norte da Galileia e das colinas de Golã.

Durante este encontro com a missão, o diretor do hospital Oscar Embon disse: "A medicina não tem fronteiras e deve servir como ponte entre os povos".

"Esta missão é inspirada em uma das reflexões do Papa Francisco, que virá à Terra Santa na próxima semana, e mostra como as religiões podem trabalhar juntas para consertar um mundo em conflito", disse David Nekrutman, executivo da CJCUC.

Por sua parte, o rabino Jonas Shalom, da WJC disse que "no primeiro dia da viagem encontramos o bispo auxiliar católico de Jerusalém, William Shomali, que durante a conversa salientou a importância de transmitir o diálogo judaico-cristão às pessoas e demonstrar uma cooperação verdadeira”. E que melhor maneira de demonstrar uma verdadeira cooperação do que visitar um hospital que pratica a caridade e dá esperança para aqueles que a perderam? O grupo também ofereceu aos diversos pacientes produtos de higiene doados por uma casa farmacêutica.

"A missão demonstra como as religiões podem trabalhar juntas para consertar um mundo em conflito", disse David Nekrutman, executivo da CJCUC. E o diretor da WJC Robert Singer disse que a associação "tem orgulho de patrocinar esta missão, que demonstra como os religiosos podem colaborar para uma melhor compreensão".

O Centro Médico Ziv também reiterou sua decisão de salvar vidas, bem como seu compromisso humanitário para com os doentes evacuados da Síria pelo tempo que for necessário.

A missão latino-americana de religiosos foi criada há três anos para enfatizar e ensinar os jovens sacerdotes e rabinos as relações fundamentais entre judeus e católicos.

O objetivo desta missão é realizar um trabalho de religiosos nas comunidades locais e demonstrar que as religiões podem trabalhar juntas para mudar positivamente o século XXI. (Trad.TS)