Monsenhor Carrasco, novo presidente da Pontifícia Academia para a Vida

Era chanceler da mesma e foi diretor do Instituto de Bioética do Gemelli

| 1251 visitas

CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 30 de junho de 2010 (ZENIT.org) - Bento XVI nomeou presidente da Pontifícia Academia para a Vida monsenhor Ignacio Carrasco de Paula, até agora chanceler da mesma. 

Ele substitui o arcebispo Salvatore Fisichella, que foi nomeado presidente do novo Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, segundo informou hoje a Sala de Imprensa da Santa Sé.

Monsenhor Carrasco de Paula, sacerdote espanhol vinculado ao Opus Dei, foi diretor do Instituto de Bioética da Universidade do Sagrado Coração, em Roma, que dirige o hospital Gemelli.

Com o Motu Proprio “Vitae Mysterium", de 11 de fevereiro de 1994, João Paulo II instituiu a Pontifícia Academia para a Vida para estudar, informar e formar sobre os principais problemas de biomedicina e de direito, relativos à promoção e à defesa da vida, sobretudo na relação direta que estes têm com a moral cristã e as orientações do Magistério da Igreja.

O primeiro presidente da Academia foi o grande geneticista francês Jérôme Lejeune. Pertencem à academia 70 membros – nomeados pelo Papa –, que representam os diferentes ramos das ciências biomédicas e aquelas que estão estreitamente relacionadas com os problemas concernentes à promoção e defesa da vida.

Também há três membros “ad honorem” e membros por correspondência que trabalham em institutos e centros de estudo sobre a cultura da vida.