Muito amor ao ideal proposto por São Bento

Nomeado novo abade do Mosteiro de São Bento no Rio de Janeiro

| 1571 visitas

Carlos Moioli

RIO DE JANEIRO, quinta-feira, 08 de novembro de 2012(ZENIT.org) - Dom Felipe da Silva, 50 anos, é o novo abade do Mosteiro de São Bento, no Rio de Janeiro, o 87º na sucessão abacial, em 400 anos de caminhada sob o fulgor da espiritualidade do patriarca do monaquismo ocidental. A sua posse canônica, ainda não confirmada, poderá ser no próximo dia 1º de dezembro, às 10h.

“Acolhi a nomeação com alegria e senso de muita responsabilidade, pois tenho consciência que o chamado é de Deus. Minha missão será dar continuidade a configuração litúrgica, monástica, religiosa e cultural que o Mosteiro necessita, já que ele, nos seus 400 anos de caminhada, tem uma história singular para a Igreja, tanto a do Rio como a do Brasil”, disse o abade eleito.

O decreto de nomeação, datado de 3 de novembro, foi assinado pelo cardeal João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de  Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, com sede no Vaticano. Sua eleição aconteceu no dia 11 de setembro passado.

A Abadia de Nossa Senhora do Monserrate do Rio de Janeiro (Mosteiro de São Bento) estava sem abade desde a renúncia de Dom Roberto Lopes, em 7 de agosto de 2010, e até então governado por Dom Henrique de Gouvêa Coelho, na qualidade de prior administrador.

Depois de seis anos, desde o dia 22 de agosto de 2006, como abade do Mosteiro de São Bento, em Olinda, no Estado de Pernambuco, Dom Felipe retorna ao Rio de Janeiro, no mosteiro da mesma congregação, onde ele ingressou e viveu boa parte de sua vida monástica.

“Com muito amor ao ideal proposto por São Bento, nosso pai, não terei outra coisa a fazer senão servir e cooperar com a comunidade, para que o ideal de vida interior, espiritual, de vida litúrgica, monástica aconteça, sobretudo observando os valores que hoje, cada vez mais, invadem a vida religiosa. Pretendo preservar no Mosteiro, a vida de clausura, sempre anunciando o mistério de Deus em nossa vida”, afirmou Dom Felipe.

Perfil

Dom Filipe nasceuem Rio Largo, Alagoas, a 5 de junho de 1962, batizado com o nome de José Cláudio da Silva. 

Técnico em agropecuária e formado em Ciências Sócias, ingressou em 1988 como postulante no Mosteiro de São Bento, no Rio de Janeiro, emitindo os primeiros votos em 8 de dezembro de 1990.  

Depois de formar-se em filosofia e teologia pela Escola Teológica da Congregação Beneditina do Brasil, foi ordenado sacerdote por Dom Clemente Isnard, bispo emérito de Nova Friburgo (RJ), no dia 27 de dezembro de 1997.

No Mosteiro do Rio de Janeiro, Dom Filipe desempenhou diversas funções, como vice-mestre de noviços, capelão e professor do Colégio e da Faculdade de São Bento, hospedeiro, mestre dos professores trienais e, notadamente a de subprior (de fevereiro do ano 2000 até sua eleição como Abade).

Atualmente é o primeiro assistente do abade presidente da Congregação Beneditina do Brasil.