Música, arte e liturgia para Jornada Mundial da Juventude

Jovens: um desafio e uma urgência, dizem redentoristas

| 1429 visitas

MADRI, quinta-feira, 27 de janeiro de 2011 (ZENIT.org) - Os jovens que seguem a espiritualidade de Santo Afonso de Ligório e todos aqueles que queiram participar vão se reunir no "Encontro de Música, Arte e Liturgia", inscrito nos preparativos para a Jornada Mundial da Juventude. O encontro terá lugar em Madri, de 18 a 20 de fevereiro.

A Congregação do Santíssimo Redentor, mais conhecida como "missionários redentoristas", através do seu centro de comunicações, disse a ZENIT que "2011 será um ano inesquecível para a Igreja na Espanha".

"Este é - acrescenta - um evento eclesial de primeira categoria e uma oportunidade incrível para que os jovens descubram a alegria de ser cristãos e de viver em comunidade."

Entre as várias atividades em preparação para este dia, os missionários redentoristas quiseram oferecer o "Encontro de Música, Arte e Liturgia" (EMUALI), que será realizado na Paróquia do Santíssimo Redentor, de Madri.

"Não há dúvida de que a música é um fator essencial para o acolhimento e celebração da Jornada Mundial da Juventude 2011, e que esta reunião será uma ajuda e um estímulo frente a este evento único", explicou a organização.

Não oferecerá só formação e recursos, mas também e sobretudo "um espaço para crescer na partilha mútua de materiais, ideias etc. Um espaço, enfim, para todos os agentes pastorais encarregados de conduzir a vida das comunidades com o seu talento artístico".

Já faz mais de 25 anos que surgiu na Espanha a Pastoral Juvenil Vocacional Redentorista (PJVR), para responder às inquietudes dos jovens que querem comprometer-se em uma participação ativa e criativa na Igreja.

Os jovens são, para os missionários redentoristas, "um desafio e, ao mesmo tempo, uma urgência".

"Um desafio, porque neles a expressão do Evangelho é espontânea e reveladora de uma nova forma de vida cristã. Uma urgência, porque os jovens são abandonados pela atividade pastoral de muitas comunidades cristãs e precisam de espaço para a reflexão, a convivência e a oração. Portanto, as comunidades redentoristas da Espanha estão sempre abertas para os jovens", diz o site do encontro.

Na Pastoral Juvenil Redentorista, a música "tem um lugar especial, porque estamos convencidos de que é realmente um importante meio de vivência e transmissão da fé".

É precisamente de Santo Afonso de Ligório, fundador dos missionários redentoristas, que vem essa sensibilidade pela música e pela arte em geral.

Afonso usou suas qualidades poéticas, pictóricas e musicais para servir à missão e às pessoas simples.

Um exemplo é sua obra mais importante, o "Dueto entre a alma e Cristo", cujo original é conservado no Museu Britânico, ou seu conhecido canto natalino "Tu scendi dalle stelle", sobre o qual afirmou G. Verdi: "Sem essa canção natalina de Santo Afonso, o Natal não seria Natal".

Cerca de 6 mil missionários redentoristas trabalham em comunidades de missão em 76 países dos cinco continentes, ajudados por muitos homens e mulheres que colaboram na missão e formam a Família Redentorista.

"Nossa Senhora do Perpétuo Socorro" é o ícone missionário da congregação.

Para saber mais sobre o encontro: http://www.emuali.es.