Na china revive-se a experiência da JMJ de Madrí

Mais de mil jovens se reuniram na diocese dde Xia Men na presença do bispo

| 1186 visitas

ROMA, segunda-feira, 5 de dezembro, de 2011 (ZENIT.org) – Depois de quatro meses de distância a Jornada Mundial da Juventude de Madrí reúne seus frutos na “difícil” terra chinesa.

Foram mais de mil, de fato, os jovens que, no passado 20 de Novembro, em ocasião da Solenidade de Cristo Rei do Universo, reuniram-se na Diocese de Xia Men, localidade costeira da província de Fu Jian, no sul da China, para compartilhar a experiência de fé do verão anterior.

A agência Fides informou de uma celebração eucarística celebrada por monsenhor Giuseppe Cai Bing Rui, Bispo de Xia Men, em comunhão com Roma, consagrado no passado 8 de Maio.

A diocese de Xia Men é composto por mais de 30 mil fiéis, na sua maioria camponeses e trabalhadores, assistidos por uma dezena de sacerdotes e por 15 religiosas.

O encontro, intitulado: Enraizados em Cristo para receber os frutos da comunhão, seguindo o lema da última Jornada Mundial da Juventude, tem visto o testemunho de um padre e de uma freira, vindos para transmitir a “experiência maravilhosa de comunhão universal” vivida em Madrí, na presença de numerosos grupos de jovens.

Monselhor Cai, por sua vez, exortou os jovens presentes à testemunhar e transmitir sempre "o que vocês escutaram, viram, sentiram e provaram, para fincar raízes em Cristo juntamente com todos os membros da comunidade, construindo a comunhão".

Os primeiros grupos juvenís na diocese de Xia Men surgiram há 16 anos, motivados "pelo grande amor à Cristo e à Igreja e pela Comunhão", pelo qual eles se comprometem a "dar testemunho da fé, a viver o Evangelho."