"Não podemos esquecer Aleppo sitiada!"

Comunidade de Santo Egídio lança apelo após a destruição parcial do Arcebispado Armênio da cidade síria

Roma, (Zenit.org) Redacao | 412 visitas

A Comunidade de Santo Egídio recebeu, em comunicação telefônica com o Arcebispo Armênio Católico de Aleppo, Dom Boutros Maraiati, a notícia de que hoje foi atingido e destruído parcialmente uma parte do Arcebispado Armênio de Aleppo, embora sem vítimas.

"É o último ataque grave em uma cidade sitiada há muito tempo. Este fato, nos dias de eleição, é mais um sinal de uma situação muito esquecida", lê-se em um comunicado.

A Comunidade de Sant'Egidio, engajada há anos na busca de soluções para a crise e a guerra, fez um apelo à comunidade internacional: "Não podemos esquecer Aleppo sitiada".

"Avaliemos formas adequadas para aligeirar a situação de Aleppo, cidade histórica e de paz, um exemplo de convivência entre muçulmanos e cristãos. É necessário uma rápida intervenção humanitária para a grave situação da cidade!", conclui o comunicado da assessoria de imprensa.

(Trad.:MEM)