Natal de solidariedade com cristãos da Terra Santa

Proposta do cardeal Foley, grão mestre da Ordem do Santo Sepulcro

| 935 visitas

ROMA, quarta-feira, 22 de dezembro de 2010 (ZENIT.org) – Este Natal é uma oportunidade para manifestar a solidariedade com os sucessores dos pastores de Belém, os cristãos da Terra Santa, afirma o cardeal John P. Foley, grão mestre da Ordem do Santo Sepulcro de Jerusalém.

"Nestes dias, antes do Natal, é fácil lembrar-se da Terra Santa. Nossos pensamentos se dirigem, espontaneamente a Belém e a Maria e José”, reconhece o purpurado americano.

"Escutamos tantas vezes nas Escrituras neste período que quase conseguimos ver o estábulo onde nasceu Jesus; escutar o canto dos anjos e ver os pastores de joelhos diante do Menino Jesus”, afirma Dom Foley. A Ordem do Santo Sepulcro, entre outros fins, ajuda os cristãos dos santos lugares, onde financia 45 escolas com 19 mil jovens de diferentes religiões.

"Mas quando pensarem nos pastores de Belém, pensem que as pessoas que ajudamos na Terra Santa são precisamente descendentes daqueles pastores do nascimento de Jesus. Nós  ajudamos os descendentes dos primeiros seguidores de Cristo e, alguns deles são, certamente, descendentes dos pastores que adoraram o Menino Jesus”, acrescenta.

Por este motivo, o cardeal faz esta proposta para o Natal: “espiritualmente”, “podem visitar aquele lugar sagrado, o estábulo de Belém e, junto aos pastores, adorar o Menino Jesus”.

"Podem pedir paz para sua Terra Santa; a paz e o progresso na santidade para suas vidas, podem prometer ajudar os primos de Jesus, que vivem atualmente em Belém e em toda a Terra Santa e que são descendentes dos primeiros seguidores de Jesus, os descendentes dos primeiros cristãos que viram em Cristo o Emanuel, Deus-conosco”.

Estes foram os conselhos que o cardeal Foley deixou na missa de investidura aos novos membros da Ordem do Santo Sepulcro, na basílica de São João de Latrão, de Roma, no último 18 de dezembro.