Nazaré e Milão: dois centros para a família

O Encontro Mundial de 2012 legará duas obras concretas para o cuidado familiar

| 789 visitas

ROMA, segunda-feira, 28 de maio de 2012 (ZENIT.org) - O VII Encontro Mundial das Famílias deverá legar dois sinais concretos de atenção às famílias: um na simbólica cidade de Nazaré e o outro em Milão, cidade que hospeda o encontro internacional.

O Centro Internacional para a Família em Nazaré

"Aqui, na cidade de Jesus, de Maria e de José, como sinal promissor para o futuro, abençoarei a primeira pedra de um Centro Internacional da Família, a ser construído em Nazaré. Oremos para que ele promova uma vida familiar forte nesta região, ofereça apoio e assistência às famílias em todos os lugares e as incentive na sua missão insubstituível na sociedade".

Com estas palavras, durante a visita pastoral à Terra Santa, Bento XVI deu substância ao sonho que o beato João Paulo II manifestara ao mundo durante o Encontro Mundial das Famílias no Rio de Janeiro em 1997.

O projeto entra agora em sua fase operacional. Famílias de todo o mundo passam a ter um "lar espiritual" na Terra Santa, onde poderão reaprender a arte do amor entre as gerações sob a proteção da Sagrada Família de Nazaré.

O Centro Internacional da Família será construído em uma colina com vista para a cidade de Nazaré e para a Basílica da Anunciação. Situado num local de beleza cênica ímpar, o centro contemplará um panorama que se estende do Monte do Precipício e do Monte Tabor até o Monte Carmelo.

A obra é um centro de espiritualidade e de acolhimento para as famílias peregrinas na Terra Santa, para a formação da vida familiar, para a pastoral e para a "nova evangelização", apoiando também materialmente as famílias necessitadas, especialmente da Terra Santa, através de projetos internacionais de angariação de fundos.

O centro sediará ainda um observatório internacional da pastoral familiar no mundo, especialmente no Oriente Médio, que operará em parceria com as conferências episcopais, as universidades católicas e instituições internacionais a serviço da família.

O Centro Internacional da Família é uma obra do Conselho Pontifício para a Família e será confiado a uma fundação de direito pontifício gerida pela Renovação Carismática, encarregada de receber os peregrinos e de animar as atividades previstas no complexo.

A Maison du Monde

Já em Milão, o legado espiritual do encontro do papa com as famílias será um centro solidário para jovens casais, estrangeiros, estudantes, trabalhadores e residentes temporários na cidade. Um lugar para experimentar novas formas de convivência, graças a uma rede de associações, fundações e cooperativas que trabalham na região. A Maison du Monde é um projeto da Fundação Cariplo, da Região da Lombardia e da Fundação Housing Sociale, implementado através do Fundo Imobiliário da Lombardia.

No bairro multi-étnico de Via Padova, a Maison du Monde quer ser um exemplo de integração entre as famílias italianas e estrangeiras, entre os jovens e os mais velhos. O projeto é construído em uma propriedade do falecido escultor Marco Mantovani, doada pelo artista à Biblioteca Ambrosiana.

A reestruturação do edifício, apoiada pela Fundação Cariplo e pela Região da Lombardia com 1,5 milhão de euros de cada, disponibilizará 50 quartos de vários tamanhos, oferecidos para locação a jovens casais e famílias italianas e estrangeiras em dificuldades financeiras, ou como residência temporária para pessoas em busca de soluções habitacionais de baixo custo.

O projeto inclui a ativação e o gerenciamento de serviços para os inquilinos e para o bairro. Uma grande contribuição para o desenvolvimento cultural e solidário será oferecida pela própria Fundação Mantovani, que tem sede no prédio.

Já é possível admirar a fachada restaurada. As primeiras acomodações estarão prontas até o final deste ano e as restantes até o final do próximo.