"Nesses dias, todos os caminhos conduzem aqui ao Rio de Janeiro"

Coletiva de Imprensa com Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro e o Prefeito da cidade, Eduardo Paes.

Rio de Janeiro, (Zenit.org) Thácio Siqueira | 296 visitas

Enquanto o Papa Francisco está cruzando o oceano Atlântico nesse momento, houve, na manhã desta segunda-feira, uma coletiva de imprensa com Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro e Eduardo Paes, Prefeito da Cidade. Também estavam presentes 5 jovens de diversos países que saudaram os presentes em seus próprios idiomas.

O arcebispo do Rio percorreu brevemente os diversos eventos que estão acontecendo na cidade. Destacou que os símbolos da JMJ, a cruz e o ícone de Nossa Senhora, serão entregues para o próximo país sede no domingo (28). Por fim, destacou Dom Orani, "Nesses dias, todos os caminhos conduzem aqui ao Rio de Janeiro". 

Cinco jovens, de diferentes países, saudaram os jornalistas e desejaram uma boa jornada para todos. Albert Pérez disse que veio à pé da Argentina, cruzando 2147Km para vir à JMJ e espera voltar com "um coração novo".

Crespim, de Moçambique, estuda de dia e trabalha a noite. Disse que para vir à JMJ pediu ao seu chefe que pagasse a sua vinda em troca de que, quando voltasse à Moçambique, trabalharia de graça durante 1 ano. "Vale a pena", disse aos jornalistas.

Elsa Vasquez, do México, narrrou que conheceu o seu marido numa Jornada Mundial e que agora os dois trabalham na Jornada como voluntários.

O Prefeito da Cidade, Eduardo Paes, falou que, "sabemos que o Papa Francisco quebra regras e isso para nós do Rio de Janeiro é um orgulho". "O Rio de Janeiro é uma cidade aberta, que aceita a todos", disse o prefeito. Seu desejo é que aqui se realize a melhor Jornada Mundial de todos os tempos. 

Depois da Coletiva Dom Orani João Tempesta se dirigiu ao aeroporto do Galeão para esperar o Papa Francisco que chega hoje às 16 hs.