"Nossa missão é ser a imagem viva de Jesus"

Durante sua primeira homilia como Bispo, o secretário-geral do Governatorato da Cidade do Vaticano, Dom Fernando Vergez, expressou sua gratidão ao Papa Francisco e aos Legionários de Cristo

Roma, (Zenit.org) Luca Marcolivio | 381 visitas

Sábado (16) foi um novo dia de festa para os Legionários de Cristo e para o Regnum Christi. Vinte e quatro horas depois de sua ordenação episcopal na Basílica de São Pedro, Dom Fernando Vergez Álzaga LC, secretário-geral do Governatorato da Cidade do Vaticano, presidiu a Santa Missa na capela do Centro de Estudos Superiores dos Legionários, ao lado do Ateneu Pontifício Regina Apostolurum.

Dom Vergez, que entrou na Legião em 1954, fez a profissão dos votos em 1965, e foi ordenado sacerdote em 1969, celebrou na presença dos familiares, amigos Legionários de Cristo, leigos, e consagrados do Regnum Christi.

Concelebraram os cardeais Giuseppe Bertello, presidente do Governatorato da Cidade do Vaticano, e Leonardo Sandri, prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, Dom Brian Farrell LC, Dom Kevin Farrell, Bispo de Dallas, Dom Marcelo Sánchez Sorondo, chanceler da Pontifícia Academia de Ciências, Dom Carlos Humberto Malfa, Bispo de Chascomús, Dom Peter Brian Wells, vice-secretário de Estado e vários irmãos legionários.

No início da missa, o cardeal Bertello fez um breve discurso de saudação ao novo bispo: "Oferecemos ao Senhor esta Celebração Eucarística, disse ele, para agradece-Lo pelo dom que és e pelo dom de seu episcopado e para pedir que sempre o acompanhe, seguindo o exemplo do Bom Pastor".

Durante sua primeira homilia como Bispo, Dom Vergez expressou sua gratidão ao Papa Francisco pela dupla nomeação: ao governatorato e ao episcopado. "Em sua carta, disse ele, o Papa não fala de dignidade, mas da ordem episcopal: isso dá uma nova dimensão ao meu serviço na Igreja".

Refazendo os passos que o levaram aos dois importantes empenhos, o prelado contou sua emoção e sua apreensão no momento em que o Papa o cooptou: não foi um "medo paralisante", mas um " tremor que purifica" e que abre "ao diálogo e a confiança".

"Conforta-me saber, disse Dom Vergez, que é Deus quem chama, é Deus quem envia, o seu amor é a origem de todas as coisas, nós não podemos inventar a nossa própria profecia”.

O novo Bispo falou da própria vocação no âmbito da congregação a que pertence: "Eu sou e me sinto Legionário", disse, lembrando as etapas de formação recebida na Legião.

O lema escolhido por Vergez foi tirado de uma frase de São Paulo: "Cristo em vós, esperança da glória" (Cl 1, 27).

"Desde criança, disse ele, explicando o lema, quando entrei para o Centro Vocacional de Ontaneda em 1954, me ensinaram o cristocentrismo, que é uma característica fundamental do nosso carisma. Colocar Cristo no centro de nossos corações, de nossas vidas e da nossa existência é o ideal de todo Legionário e membro do Movimento".

A espiritualidade cristocêntrica, recordou Dom Vergez, é a pedra angular do carisma da Legião de Cristo e do Regnum Christi, ao ponto de que cada membro da congregação e do movimento "deve ser Alter Christus".

Depois de recordar o vínculo colaborativo e a filiação espiritual do cardeal Eduardo Pironio, Vergez explicou a segunda razão da escolha de seu lema episcopal: "Esta é a nossa missão: ser a imagem viva de Jesus Cristo. Todos os cristãos devem ser a imagem desta presença viva do mistério pascal de Cristo, que veio e viveu como esperança da glória".

Ao final da missa, durante as saudações finais, Dom Vergez fez uma homenagem especial ao Pe. Álvaro Corcuera LC, diretor geral dos Legionários de Cristo, em repouso por cerca de um ano por causa de uma doença grave.

"Agradeço ao Padre Alvaro, disse o Bispo, por me sustentar com a oração e oferecer o seu sofrimento por mim".

(Trad.:MEM)