Nosso Best-Seller é a Bíblia Sagrada.

Entrevista com diretor das Edições CNBB

| 1399 visitas

Por Thácio Siqueira

BRASILIA, sábado, 12 de maio de 2012 (ZENIT.org) - O atual diretor executivo das Edições CNBB, escolhido para o quadriênio 2011-2015, Monsenhor Jamil Alves de Souza, concedeu a ZENIT entrevista exclusiva, na qual explica a missão das Edições CNBB.

Publicamos a entrevista na íntegra:

Como surgiram as edições CNBB?

Mons. Jamil: As edições CNBB surgiram da necessidade do episcopado brasileiro em ter uma editora para publicar seus estudos, documentos, assim como os do Vaticano, além de outras obras de cunho pastoral elaboradas pelas várias comissões e organismos que compõem a grande rede da Conferência nacional dos Bispos do Brasil.

Qual é a obra de maior tiragem?

Mons. Jamil: Nosso “Best-Seller” é a Bíblia Sagrada. Conseguimos criar uma edição realmente de qualidade e acessível, em todos os sentidos, inclusive financeiro, cumprindo assim a missão da nossa editora: Evangelizar.

Quais são as principais parceiras?

Mons. Jamil:Todas as editoras católicas são nossas parceiras. Por exemplo, a nossa Bíblia é comercializada em grande parte pela Canção Nova que, inclusive, abdicou de uma Tradução própria.

Como são as vendas?

Mons. Jamil: São realizadas com as dioceses, paróquias e contamos com o apoio dos Regionais da CNBB. Muitos leigos também encomendam por telefone, pelo site... Além das editoras parceiras que juntam forças conosco para levar a todos nossas publicações.

Como ver o catálogo da editora?

Mons. Jamil: Para saber quais são as obras das Edições CNBB entrar no site www.edicoescnbb.com.br e, neste site, o leitor saberá de todas nossas publicações. E também poderá se cadastrar para receber os nossos lançamentos, promoções...

Com relação a pessoa do Padre Jamil, como foi que o senhor acabou trabalhando na CNBB?

Mons. Jamil: Eu sou do clero diocese de Franca, interior de São Paulo. Por solicitação da Presidência da CNBB, o meu bispo, Dom Pedro Luiz, concedeu que eu viesse colaborar na diretoria das Edições da CNBB.

Com qual espírito cumpre a sua missão aqui?

Mons. Jamil: Uma das grandes coisas que ajuda muito é a minha vida pastoral antes desse trabalho. Passei por várias experiências: chanceler, pároco, diretor de colégio, diretor de escola de teologia, coordenador diocesano de pastoral, administrador diocesano... 20 anos de vida pastoral. Essa experiência capacitou e dá muito animo ao exercer esta atual função.

Por exemplo, sei pelo que passa um padre que atua no interior, nas periferias das grandes cidades... e dessa forma  acabamos interagindo com os párocos. Na sede das Edições CNBB recebemos inúmeras ligações, emails de padres comentando sobre nossas publicações, dando-nos sugestões, corrigindo-nos com o intuito de nos mostrar como podemos melhorar, qual o caminho a seguir para que nossos subsídios pastorais atinjam o povo de Deus... Por experiência, sabemos o que significa isso e compreendemos porque Deus nos quis aqui hoje!

Então, vir para cá é um chamado de Deus e tento responder na simplicidade. Para mim, quanto mais simples e humanos formos, mais de Deus seremos.