Nova edição da Bíblia em árabe

Um dom precioso para os cristãos da Terra Santa

| 1501 visitas

ROMA, terça-feira,28 de fevereiro de 2012 (ZENIT.org) - "Um dom precioso para os cristãos da Terra Santa”. Com estas palavras, o site da Custódia Franciscana da Terra Santa anunciou a nova edição da Bíblia em árabe.

***


A Tipografia Franciscana em Jerusalém (Franciscan Press Printing) imprimiu duas versões "valiosas" da Sagrada Escritura em árabe. A primeira versão - diz o site - contém o Antigo e o Novo Testamento, em formato maior, e custa 100 NIS (New Israel Shekel). A segunda versão inclui apenas o Novo Testamento e está disponível ao preço de 15 NIS e de 10 NIS com a capa flexível.

Para a nova edição, a Custódia Franciscana comprou a tradução da Bíblia feita pelos jesuítas da St. Joseph University, em Beirute, no Líbano, e confiada à gráfica franciscana, que mais de 150 anos atrás, começou suas atividades imprimindo a Bíblia em árabe.

É "uma iniciativa de grande valor, que será uma resposta concreta ao apelo da Igreja Católica, que convida toda a comunidade de fiéis a redescobrir as raízes da fé cristã, o fundamento e o sentido da nossa vida de fé e a nossa missão como discípulos de Cristo", acrescenta o site.

Para a Custódia Franciscana, “a leitura e o conhecimento da Bíblia e a meditação constante de seus textos e de sua mensagem de salvação são elementos indispensáveis para a construção da identidade cristã e para a adesão mais perfeita ao projeto de Deus para o homem".

"Para aqueles que vivem e trabalham na Terra Santa, para os cristãos que formam a comunidade local - prossegue o site - a relação com a Bíblia é, certamente, enriquecida por uma experiência especial, por um contato direto com o contexto humano, geográfico, social e culturaem que Jesus viveu, e assim se torna a força motriz de uma sensibilidade e de uma intencionalidade para a proteção e preservação da Terra Santa cristã e de sua grande herança cultural e espiritual”.

Como um gesto importante, a Custódia deu a todas as paróquias da Terra Santa duas cópias da Bíblia completa e dez cópias do Novo Testamento com capa dura e flexível, “desejando aos sacerdotes de continuar o incansável trabalho pastoral, que a Custódia acolhe e apóia, e busca difundir a Palavra de Deus para que todos conheçam a obra do Senhor na história humana e a missão de Jesus, enviado pelo Pai para a salvação do mundo inteiro”.

A iniciativa, oferece "um serviço a todos os cristãos e, sobretudo, aos fiéis da Terra Santa", acrescenta "outra peça preciosa na história, que vê protagonista este extraordinário livro da Revelação de Deus", que "ainda hoje, interpela o coração do homem, abre horizontes de sentido sempre novos, convida ao diálogo com Deus ao longo de estradas originais e da reflexão, ajuda a reviver a experiência de fé na terra de Jesus”.

(Tradução:MEM)