Nova publicação é fruto do nascimento do Ordinariato

“The Portal” é mensal e gratuita

| 1228 visitas

LONDRES, quinta-feira, 20 de janeiro de 2011 (ZENIT.org) – As primeiras respostas ao convite que Bento XVI fez aos anglicanos na Anglicanorum Coetibus começam a tomar forma.

Na quinta-feira da semana passada, os ex-bispos anglicanos Andrew Burnham, John Broadhurst e Keith Newton converteram-se em diáconos católicos e, no sábado, foram ordenados sacerdotes.

A Santa Sé criou assim o primeiro Ordinariato pessoal, uma espécie de diocese sem território definido, para ex-anglicanos da Inglaterra e de Gales. Este instrumento permite a grupos anglicanos que desejam ser recebidos na plena comunhão com a Igreja Católica.

Uma publicação on line mensal e gratuita acompanha de perto o nascimento deste primeiro Ordinariato.

Intitulada The Portal, a revista será publicada no início de cada mês. Está pensada para o Ordinariato do Reino Unido, para os anglicanos que estejam interessados no Ordinariato e para todos os amigos católicos do novo organismo.

A publicação recebe o apoio financeiro de The Catholic League e Cost of Conscience. Define-se como “uma revista independente a serviço do Ordinariato”.

Primeiro número

O primeiro número de The Portal tem 12 páginas e inclui um perfil dos diáconos Burnham, Broadhurst e Newton, além de uma entrevista com o arcebispo de Westminster, Dom Alan Hopes, ex-sacerdote anglicano que voltou à Igreja Católica há 17 anos. Ele é quem se encarrega de organizar o Ordinariato.

Dom Hopes acredita que cerca de 50 ou 60 sacerdotes e 30 ou 40 grupos venham para a Igreja Católica. 

O padre Peter Geldard, capelão católico da Universidade de Cantuária, escreveu uma coluna para The Portal. Ele destaca como serviu na Igreja da Inglaterra, como sacerdote, durante 23 anos e trabalhou com o cardeal Basil Hume, último arcebispo de Westminster, para criar a oportunidade de que grupos de anglicanos fossem recebidos em total comunhão com a Igreja Católica.

A possibilidade só se converteu em realidade com o documento de Bento XVI. Padre Geldard e outros muitos que compartilham suas opiniões foram acolhidos na Igreja Católica.

Baseado em sua experiência pessoal no processo das relações entre anglicanos e católicos, padre Geldard define o início do Ordinariato como “o evento ecumênico mais emocionante ocorrido em minha vida”.

--- --- --- 

Na internet: The Portal www.portalmag.co.uk/read.html