Novo Ministro Geral dos Frades Menores: Testemunhas da misericórdia de Deus

Os frades menores não devem contar com nada a não ser no Espírito de Deus

Roma, (Zenit.org) | 535 visitas

“Os frades menores são chamados a viver a partilha e a fraternidade que são testemunho da misericórdia de Deus”: estas foram as três palavras-chave – partilha, fraternidade e misericórdia – da primeira mensagem de Fr. Michael Anthony Perry, estadunidense de 59 anos, novo Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores.

Fr. Perry substitui fr. José Rodriguez Carballo, nomeado por Papa Francisco como Secretário da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada. Como apurado pela Agência Fides, na homilia de sua primeira missa como novo Ministro, celebrada na manhã de 23 de maio em Roma, fr. Perry recordou que “os frades menores não devem contar com nada a não ser no Espírito de Deus”.

Diante de um mundo em que “os jovens têm fome de uma vida densa de significado, “os anciãos são sedentos de alguém que lhes propicie novos espaços de vida, os pobres e os marginalizados desejam ser reconhecidos em sua dignidade humana”, prosseguiu, “nós frades temos a vocação de viver e anunciar a fraternidade e a partilha como sinal da misericórdia do Pai”.

O Ministro ressaltou a importância de ser uma “fraternidade profética”, aprendendo juntos como “ler os desejos e os sofrimentos de nosso tempo, deixando-se permear pelo Evangelho, que é o próprio Jesus Cristo”. A primeira mensagem do novo Ministro está em profunda sintonia com as palavras utilizadas pelo Papa Francisco nestes primeiros tempos de Pontificado. (PA) (Agência Fides 23/5/2013)