Novo reitor do Santuário de Fátima tomou posse

Padre Carlos Cabecinhas sucede D. Virgílio Antunes, nomeado bispo de Coimbra

| 965 visitas

FÁTIMA, segunda-feira, 13 de junho de 2011 (ZENIT.org) - Em celebração realizada nesse sábado, o Padre Carlos Cabecinhas, presbítero da Diocese de Leiria-Fátima, tomou posse como reitor do Santuário de Fátima.

O sacerdote sucede D. Virgílio Antunes, nomeado para bispo de Coimbra a 28 de Abril e com ordenação episcopal marcada para a tarde de 3 de Julho, no Santuário de Fátima.

Segundo informa a Sala de Imprensa do Santuário de Fátima, na sua alocução após a tomada de posse do novo reitor, o bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, expressou gratidão a D. Virgílio Antunes pelo trabalho desenvolvido no Santuário.

“Em nome pessoal, do episcopado português e dos peregrinos, quero deixar-te bem expressa aqui a nossa gratidão pelo zelo, amor, dedicação e inteligência que colocaste no teu serviço em estreita e leal colaboração com o bispo. Acompanhamos-te com a nossa amizade e a nossa oração”, afirmou D. António Marto.

Na sua saudação, minutos depois da assinatura do compromisso, também o novo reitor do Santuário de Fátima endereçou “uma saudação muito especial” ao seu antecessor.

“A fecunda ação que aqui desenvolveu como Reitor deixa-nos abertos importantes horizontes para o caminho que o Santuário deve seguir para se manter fiel à sua missão”, disse.

Já nesse domingo, na eucaristia internacional das 11h, celebrada no Recinto de Oração, o Padre Carlos Cabecinhas, refletiu a situação de crise que Portugal atravessa atualmente e lembrou que o verdadeiro testemunho cristão passa pela atenção aos mais necessitados.

O sacerdote afirmou que também hoje, tal como no tempo dos primeiros discípulos, “todos são convidados a dar testemunho da sua fé em Cristo Ressuscitado”.

“O mais importante e credível testemunho cristão” é o testemunho “do amor e da caridade, de pôr ao serviço dos outros os nossos dons e as nossas capacidades”, em especial “na atual situação de crise, em que as pessoas se vêem confrontadas com situações de grande dificuldade”.

Na sua primeira presidência de uma celebração eucarística na qualidade de reitor do Santuário de Fátima, o Padre Carlos Cabecinhas lançou o apelo a gestos concretos “para procurarmos o bem comum, para construir um Mundo mais humano e mais cristão”.