O Conselho de Cardeais apresentou as primeiras propostas para o Papa

Em abril e em Junho as novas reuniões do Papa com o C8 para continuar o exame sobre o IOR e departamentos da Santa Sé

Roma, (Zenit.org) Rocio Lancho García | 487 visitas

O Conselho dos Cardeais (C-8 como é chamado) continua com intensidade o seu trabalho no Vaticano. Na manhã de hoje (19) não contaram com a presença do Santo Padre por causa da audiência geral. O conselho dos oito cardeais mais o secretário de estado Pietro Parolín, foi criado pelo Papa Francisco para que o ajudem no governo da Igreja e na reforma da Cúria.

A reunião de ontem à tarde entre o Papa e o C-8 continuou concentrada nos informes que recebeu de duas comissões: uma sobre a estrutura econômica e administrativa (COSEA) e outra sobre o IOR. Os cardeais estudaram o material recebido e formularam propostas ao Santo Padre sobre os dois assuntos.

Durante a reunião desta quarta-feira pela tarde, Francisco e o 'C- 8', encontrar-se-ão com outro grupo, o conselho dos 15 cardeais, que foi instituído por João Paulo II e é responsável do balanço geral consolidado da Santa Sé e do Governatorato do estado da Cidade do Vaticano. Confirmou-o na manhã de hoje o Pe. Federico Lombardi, porta-voz da Santa Sé, em uma coletiva de imprensa e afirmou que o encontro será celebrado na Sala Bolonha do Palácio Apostólico, que é mais espaçosa.

Lá, os representantes das duas comissões farão novamente uma apresentação, embora mais curta, para permitir que os 15 cardeais façam perguntas.

Na reunião desta tarde pela Comissão COSEA, acudiu o presidente Joseph F.X., Zahra; o  secretário, monsenhor Lucio Vallejo Balda e Jochen Messemer, que é também revisor internacional da Prefeitura de Assuntos Econômicos. Em nome da Comissão relativa ao IOR estiveram presentes os cardeais Raffaele Farina e Juan Ignacio Arrieta.

Soube-se também que o C-15 terá as suas reuniões ordinárias na próxima segunda-feira e terça-feira, para discutir dos temas que lhe diz respeito. “Em suma, poderíamos dizer que a desta manhã e desta tarde são reuniões comunicativas, informativas e de coordenação”, disse Lombardi.

Além disso, o porta-voz do Vaticano anunciou quais serão as datas para as futuras reuniões do Papa com o C8. O próximo encontro será do 28 ao 30 de abril, justo depois da canonização de João Paulo II e de João XXIII. E a seguinte ocasião será do 1 ao 4 de Julho.

"Confirma-se assim - concluiu o porta-voz - que não se concluiu a análise dos diversos departamentos da Santa Sé".

(Trad.TS)