O Coro da Abadia de Westminster é convidado para cantar no Vaticano

O evento histórico terá lugar por ocasião da Solenidade dos Santos Pedro e Paulo

| 1556 visitas

CIDADE  DO VATICANO, quinta-feira, 8 de março de 2012 (ZENIT.org) - O Coro da Abadia de Westminster, mundialmente famoso, foi convidado pela Santa Sé através do maestro da Cappella Musicale Pontifícia "Sistina", para cantar na Basílica de São Pedro, no Vaticano. Conforme relata uma nota assessoria de imprensa do Vaticano.

***

O Coro da Abadia de Westminster vai cantar com o coro da Capela Sistina, durante as cerimônias da solenidade litúrgica dos Santos Pedro e Paulo, que será transmitido internacionalmente. É a primeira vez, em 500 anos de história, que o coro da Capela Sistina  une forças com outro coro: um evento memorável de forte conotação ecumênica.

O convite para ir a Roma aconteceu após a visita do Papa Bento XVI à Abadia em setembro de 2010, quando o Santo Padre participou das Vésperas e rezou no túmulo de Edward, o Confessor, com o arcebispo de Canterbury, Rev. Rowan Williams, durante sua visita de Estado na Inglaterra e na Escócia.

O Papa pediu: "que a configuração da colaboração musical de junho reflita a vocação cristã do coro e encoraje a rica troca de experiências entre as duas tradições litúrgicas e culturais", continua a declaração.

A Abadia de Westminster tem o título formal de Igreja Colegiada de São Pedro, o fato de que ambos os coros comemorem juntos seu patrono dará ao evento uma importante ressonância comum.

Os dois coros cantarão juntos durante as Primeiras Vésperas na Basílica de São Paulo Fora dos Muros, no dia 28 de junho, durante a missa celebrada pelo Papa na Basílica Vaticana, e na manhã do dia 29 de junho.

Expressando uma fé cristã comum, os dois coros cantarão músicas da tradição romana, composta por Palestrina e Perosi. Além disso, ao início e ao fim de cada liturgia, o coro da Abadia vai cantar músicas do repertório do coro inglês, incluindo alguns da tradição anglicana em Inglês.

Durante a sua estada na Itália, o Coro da Abadia de Westminster também terá outros compromissos públicos, incluindo um recital na Basílica de Santa Maria Maggiore e as Vésperas festivaem Santa Maria sopra Minerva.

O Coro de Westminster também estará no mosteiro beneditino de Montecassino para cantar as Vésperas ea Missa em conjunto com a comunidade monástica do lugar onde está enterrado São Bento.

Como parte dos preparativos, o coro da Capela Sistina vai visitar Londres e fará um concerto público na Catedral de Westminster, na noite de 6 de maio.

O reitor de Westminster, o Rev. John Hall, declarou: "Este é um convite maravilhoso, fruto da memorável visita do Papa Bento à Abadia de Westminster, durante a qual o Coro da Abadia  desempenhou um papel significativo na liturgia ecumênica".
"Conforta-me - disse o Rev. Hall - este sinal do desejo do Santo Padre em explorar a rica tradição anglicana que caracteriza o culto diário na Abadia de Westminster. É muito importante que os cristãos de diferentes tradições rezem juntos e recebam os dons uns dos outros”.

Da sua parte, o arcebispo de Canterbury, o Rev. Dr. Rowan Williams, afirmou: "Estou muito satisfeito que o coro da Abadia participe na celebração da Solenidade de São Pedro em Roma. São Pedro é o padroeiro da Abadia e comemorar o seu testemunho apostólico e o seu exemplo tem um forte apelo à vocação comum de nossas Igrejas para serem fiéis hoje, para a plenitude apostólica do evangelho apostólico, de modo que - como diz São Pedro - em todas as coisas Deus seja glorificado por Jesus Cristo” (1 Pedro, 4-11).

O arcebispo de Westminster, Mons.Vincent Nichols, disse: "Este gesto generoso ecumênico da Santa Sé é muito bem-vindo. Isso exprime a apreciação recíproca das nossas tradições musicais e espirituais. Não vejo a hora de receber o coro da Capela Sistina na Catedral de Westminster, onde, em 6 de maio, cantará pela primeira vez neste país. Este concerto será um evento histórico ".

(tradução:MEM)