O décimo dos Dez Mandamentos da Lei de Deus

Catequese do Pe. Reginaldo Manzotti

Curitiba, (Zenit.org) Pe. Reginaldo Manzotti | 1040 visitas

“Porque onde está teu tesouro, lá também está teu coração”. (Mt 6,21). Enquanto o nono mandamento nos fala da cobiça da carne, o décimo trata da cobiça dos bens dos outros: “Não cobiçarás a casa do teu próximo; não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seu escravo, nem sua escrava, nem seu boi, nem seu jumento, nem nada do que lhe pertence. (Ex 20,17)".

O décimo mandamento nos alerta para aquilo que é a raiz do roubo, da corrupção, da fraude: a concupiscência da carne. A palavra “concupiscência” é colocada no sentido do desejo de possuir. É a pessoa olhar para uma coisa e ter o sentimento de posse: “eu quero, e a qualquer custo”.

Este mandamento toca num ponto chamado avidez; um desejo de uma apropriação desmedida dos bens terrenos, de querer tudo pra si mesmo. É a cobiça desordenada, é a inveja, é o capitalismo. Quanto mais se tem, mais se quer.

No Catecismo da Igreja Católica consta: “o apetite sensível nos faz desejar as coisas agradáveis que não temos. Por exemplo, desejar comer quando temos fome, ou aquecer-nos quando estamos com frio. Esses desejos são bons em si mesmos, mas muitas vezes não respeitam a medida da razão e nos levam a cobiçar injustamente o que não nos cabe e pertence, ou é devido à outra pessoa”. (CIC 2535)

Ou seja, desejar obter as coisas não é o problema, contanto que seja por meios adequados. É errado quando pretendemos adquirir algo e usamos de má fé ou lesamos alguém para atingir esse objetivo. A apropriação, seja ela de qualquer espécie, só é digna se feita de forma lícita.

“Não cobiçar as coisas alheias” é o mesmo que banir a inveja do coração humano. “A inveja pode levar às piores ações. Foi pela inveja do demônio que a morte entrou no mundo”. (CIC 2538)

Santo Agostinho via na inveja um pecado diabólico. Da inveja nasce o ódio, a maledicência, a calúnia, a alegria causada pela desgraça do próximo.

O desejo de sempre querer ter mais leva a uma infelicidade sem limites, a um vazio interior, a uma cobiça desmedida. É uma ambição desregrada que nasce da paixão imoderada das riquezas e do seu poder.

Nunca podemos esquecer: “Quereríeis ver Deus glorificado por vós? Pois bem, alegrai-vos com os progressos de vosso irmão e imediatamente Deus será glorificado por vós. Deus será louvado, dirão, porque seu servo soube vencer a inveja, colocando sua alegria nos méritos dos outros”. (CIC 2540)

Padre Reginaldo Manzotti é coordenador da Associação Evangelizar é Preciso – obra que objetiva a evangelização pelos meios de comunicação – e pároco reitor do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, em Curitiba (PR). Apresenta diariamente programas de rádio e TV que são retransmitidos e exibidos por milhares de emissoras do país e exterior. Site: www.padrereginaldomanzotti.org.br.

Para ler as catequeses anteriores:

Primeira catequese: http://www.zenit.org/article-30044?l=portuguese

Segunda catequese: http://www.zenit.org/article-30528?l=portuguese

Terceira catequese: http://www.zenit.org/article-30727?l=portuguese

Quarta catequese: http://www.zenit.org/article-30972?l=portuguese

Quinta catequese: http://www.zenit.org/article-31827?l=portuguese

Sexta catequese (parte I): http://www.zenit.org/article-31446?l=portuguese

Sexta catequese (parte II): http://www.zenit.org/article-31897?l=portuguese

Sétima catequese: http://www.zenit.org/pt/articles/o-setimo-dos-dez-mandamentos-da-lei-de-deus

Oitava catequese (parte I): http://www.zenit.org/pt/articles/o-oitavo-dos-dez-mandamentos-da-lei-de-deus-parte-i

Oitava catequese (parte II): http://www.zenit.org/pt/articles/o-oitavo-dos-dez-mandamentos-da-lei-de-deus-parte-ii

Nona catequese: http://www.zenit.org/pt/articles/o-nono-dos-dez-mandamentos-da-lei-de-deus