O dom e a alegria do nascimento de Cristo:reflexão com Chiara Amirante

A fundadora da Comunidade Novos Horizontes fala sobre o Natal

| 1507 visitas

ROMA, terça-feira, 20 de dezembro 2011(ZENIT.org) – Faltam apenas alguns dias para o Natal. Neste período, muitas vezes dedicado ao consumismo e ao furor da organização, tem quem, ao contrário, nos recorda a mensagem mais profunda que esta festa transmite: o nascimento de Jesus Cristo, o mais belo de todos os dons. Deste e tantos outros, falou ao Zenit a fundadora da Comunidade Novos Horizontes, que com a serenidade e o entusiasmo de quem realmente acolheu a Boa Nova em sua vida, nos acolheu e apresentou seu último livro.

 ***

Cara Chiara, a essa altura faltam apenas alguns dias para o Natal. Como podemos viver este tempo?

Chiara: É um tempo de festa! Uma doce brisa de alegria parece colorir o ar de qualquer coisa misteriosa, difícil de dizer. Todos continuam a correr levados pela preocupação de cada dia; muitos parecem decididamente aborrecidos e absorvidos pelas questões aparentemente importantes; outros continuam a ter o olhar marcado por aquela tristeza pesada que transmite uma dolorosa mordida no coração. E mesmo assim, existe alguma coisa mágica que parece perfurar aquela capa cinzenta que, muitas vezes, continua a aprisionar os nossos pensamentos, projetos, encontros, compromissos, as nossas almas.

Existe uma música que quer alegrar os corações, vibrar com entusiasmo e nos recordar que a vida é um dom, que cada instante pode ser uma festa, uma alegria, se vivida no Amor, ou melhor, se decidirmos receber verdadeiramente em nossas vidas, o nascimento Daquele que é o Amor!

Segundo a senhora, quanto nos deixamos, de verdade, atingir profundamente por esta notícia?

Chiara: Eu acho que muitas vezes nos esquecemos. Se existe alguma coisa que sempre me surpreende no Natal é quanto tempo gastamos na frenética busca por presentes, adornos natalícios, em cozinhar pratos elaborados que possam perfumar um dia tão especial, de festa. Tudo muito bonito, todos os detalhes importantes, porque efetivamente é festa! Mas, como dedicamos pouco tempo para meditar sobre o significado profundo que torna o Natal um evento único e especial...

E qual é o profundo sentido do Natal?

Se pretendemos ser cristãos, como não podemos parar para refletir sobre a “loucura” que é a festa de Natal: a encarnação de Deus na nossa história é algo inacreditável, fantástico, maravilhoso! Aquele que é o Eterno, o Inefável, o Inexprimível, é o Emanuel, Deus conosco. Se torna presente no meio de nós, se torna palpável, pequeno, pobre, frágil. Tudo por amor!!! Por nós!!! Nos damos conta? O Senhor da Criação veio habitar no ventre de uma criatura, veio colocar sua tenda em meio aos homens, e bate na porta do nosso coração porque deseja habitar em nossa alma! É um milagre de amor inacreditável, um mistério muito grande para ser compreendido, que pode apenas ser contemplado.

Por falar nisso, é próprio sua a referência de seu novo livro "Por que você veio ao mundo?” Qual é o motivo da sua escolha por este título? 

Chiara: Pensei que talvez nos perguntamos poucas vezes e com muita superficialidade esta pergunta; ou “por que o Verbo de Deus amou-nos a ponto de se tornar carne, o Deus conosco?” Devemos deixar entrar em nós um pouco de crise porque é uma pergunta tão importante para nossa existência, não pode existir a presunção de encontramos, nós mesmos, a resposta, ou de nos contentarmos com as fundamentações de pensadores, teólogos, filósofos, por mais ilustres que sejam. Mas dou uma boa notícia: com minha grande alegria descobri que Jesus mesmo no Evangelho, responde a esta pergunta, e se nos deixamos iluminar profundamente daquilo que Ele nos revela, a nossa vida mudará decisivamente.

A senhora experimentou esta mudança?

Chiara: Sim, Deus me deu esta graça. Para mim, meditar no Evangelho as respostas que Jesus mesmo deu a esta pergunta, foi um percurso desafiante e entusiasmante! E ainda hoje, cada vez que a volúpia da luz do Amor acaricia minha alma questionando-me novos Horizontes de Céu, sinto o desejo de partilhar esta alegria com o maior número de pessoas possível. Deste impulso, podemos dizer, nasceu a idéia do livro.

Do que se trata o texto?

Chiara: É uma humilde tentativa de partilhar o regozijo do meu coração, em deixar-me atingir por algumas respostas da Luz que Jesus mesmo nos revelou sobre o porquê Dele ter vindo ao mundo. Jesus é o Verbo e se encontrarmos tempo para ouvir sua Palavra encontraremos a resposta para todas as interrogações mais fundamentais da nossa existência. Pensei que, se o Senhor veio habitar no meio de nós, certamente o fez para nos dizer alguma coisa muito importante e por isso não podemos ignorá-Lo!

Então, se trata de uma pequena publicação que tem o objetivo de abrir os olhos sobre um grande mistério...

Chiara: Sim. O Verbo de Deus nos dá as respostas fundamentais às exigências mais profundas do nosso coração, se deixarmo-nos acompanhar por suas Palavras de Luz e decidirmos acolher, de verdade, a Jesus, que não apenas veio ao mundo, mas deseja morar nos nossos corações, poderemos finalmente experimentar aqueles maravilhosos dons em plenitude; de alegria, liberdade, vida e paz que somente Ele sabe dar.

Para concluir, o que você deseja aos leitores de ZENIT?

Chiara: Desejo que todos, inclusive eu mesma, que nos empenhemos verdadeiramente, com todo o coração,em acolher Jesus, para finalmente vivermos cada momento da nossa vida em plenitude! Se fizermos isso, a peregrinação de nossa vida em direção a eternidade, vivida no Amor, por Amor, com Aquele que é Amor, será uma verdadeira festa, única e maravilhosa. Sobretudo, desejo a todos que tenham um maravilhoso Natal, verdadeiramente Santo!

 Por Salvatore Cernuzio

(Tradução:MEM)