O fundo semítico da biblioteca diocesana de Córdoba chega à Rede

Cinco mil volumes à disposição da comunidade investigadora

| 726 visitas

CÓRDOBA, quinta-feira, 19 de Abril de 2012 (ZENIT.org) – No dia 10 de abril começou a catalogação do fundo semítico que custodia a Biblioteca Diocesana de Córdoba, aproximadamente cinco mil volumes. Isto contribuirá para o conhecimento por parte da comunidade insvestigadora de tal fundo. A difusão se realizará pela Internet por meio do catálogo online da Biblioteca Diocesana.

O nascimento do fundo semítico da Biblioteca, está muito ligado à criação do Centro Internacional para o Estudo do Oriente Cristão, finalmente criado na Arquidiocese de Granada por monsenhor Javier Martínez, no ano 2005.

Monsenhor Javier Martínez, então bispo de Córdoba, Juan Pedro Monferrer, atual catedrático de Estudos semíticos da Universidade de Córdoba, e o padre padre Samir Khalil, jesuíta, professor em Roma no Instituto Pontifício Oriental, e em Beirut, na Universidade de Saint Joseph, das relações islâmico-cristãs, decidiram organizar uma seção na biblioteca com uns sinais de identidade muito precisos, que pode oferecer apoio bibliográfico aos arabistas espanhóis e estrangeiros que se dedicam à investigação no campo arabe-islâmico e cristão-oriental.

O projeto de catalogação será dirigido por Juan Pedro Monferrer Sala, catedrático de Estudos semíticos da Universidade de Córdoba e Inmaculada Vicente García, diretora da Biblioteca Diocesana de Córdoba; a catalogação será realizada por Lourdes Bonhome Pulido, investigadora-colaboradora da cátedra de estudos semíticos da Universidade de Córdoba. Para isso, teve-se o apoio do atual bispo de Córdoba, monseñor Demetrio Fernández, y a assessoria de Manuel Marcos Aldón, responsável da Área de Biblioteconomia e Documentação da Universidade de Córdoba; José Félix Villanueva, vice-diretor e responsável do Serviço de Automação da Universidade de Navarra; Ángeles Morillas López, responsável do Serviço de Desenvolvimento Tecnológico e Sistemas da Universidade Complutense de Madrí; e Victoria Alberola Fioravanti, diretora da Biblioteca Islâmica de Madrid.

O projeto será financiado pel Banco Santander por meios de Programas Bolsa Santander CRUE-CEPYME e o Capítulo da Santa Igreja Catedral de Córdoba.

A consulta de tal fundo será acessada pelo catálogo online da BDC, cujo endereço é: http://innopac.unav.es/search*spi~S9/