O mundo necessita redescobrir a alegria da fé, afirma Papa

Ao batizar 14 recém-nascidos

| 1275 visitas

CIDADE DO VATICANO, domingo, 10 de janeiro de 2010 (ZENIT.org) .- O mundo “que com frequência caminha tateando pelas trevas da dúvida”, necessita redescobrir a alegria da fé, disse Bento XVI neste domingo, ao batizar sete meninas e sete meninos na Capela Sistina.

Este “é um grande dia para estes recém-nascidos”, disse o Papa na homilia, interrompida algumas vezes pelo choro dos bebês.

"Com o Batismo” - afirmou – “participando da morte e ressurreição de Cristo, iniciam com Ele a alegre e emocionante aventura do discipulado", acrescentando ainda que “Também em nossos dias, a fé é um dom que deve ser redescoberto, cultivado e testemunhado".

Dirigindo-se aos presentes, em especial aos pais e padrinhos, o Papa expressou seu desejo de que "o Senhor conceda a cada um de nós a graça de viver a beleza e a alegria de sermos cristãos".

Assim, segundo ele, é possível introduzir os demais "na plenitude do compromisso com Cristo."

“O Batismo ilumina com a luz de Cristo, abre nossos olhos para Seu esplendor e nos introduz no mistério de Deus por meio da luz divina da fé”, acrescentou.

Referindo-se ao papel dos pais e padrinhos, disse: “devem comprometer-se a alimentar, com palavras e o testemunho de suas vidas, a chama de fé destas crianças, para que esta possa iluminar o mundo”, concluiu.