O Papa agradeceu aos agentes de segurança da Itália que ajudam o Vaticano

Francisco deseja-lhes que seja uma oportunidade para crescer na fé, o tesouro mais precioso para as suas famílias e filhos

Roma, (Zenit.org) Redacao | 250 visitas

O Santo Padre recebeu nesta manhã os líderes e agentes da Inspeção de Segurança Pública do Vaticano para transmitir-lhes as suas felicitações do novo ano. Trata-se de um organismo da Polícia do Estado Italiano que lida com a proteção do papa durante as suas visitas em território italiano e da vigilância da Praça de São Pedro, de acordo com as autoridades da Santa Sé.

Francisco aproveitou o encontro para expressar a sua gratidão pelo serviço que desempenham, especialmente pelo que fazem na Praça de São Pedro, “com o frio, o calor, a chuva, o vento, sempre... Isso é muito importante!”

E desejou-lhes que o período de serviço no Vaticano represente "uma oportunidade de crescer na fé. A fé é o tesouro mais precioso que as famílias lhes têm confiado e que são chamados a transmitir aos seus filhos. É importante redescobrir a mensagem do Evangelho e recebê-la com profundidade na própria consciência e nas coisas concretas da vida cotidiana, testemunhando com valentia o amor de Deus em todos os ambientes, incluindo no trabalho".

Francisco reconheceu que "todos somos conscientes das necessidades de trabalhar sempre para que seja tutelada a peculiaridade deste lugar singular, preservando o caráter de espaço sagrado e universal". E para isso - disse o Papa - "requer-se uma vigilância discreta, mas atenta". Também comentou que, de fato, na praça de São Pedro o povo "está sereno, move-se com tranquilidade, há uma sensação de paz. E isso também graças a vocês, que vigiais a ordem pública".

Francisco dedicou um pensamento especial para o compromisso deles durante os momentos de maior afluência de fieis, que vêm de todo o mundo “para ver o Papa, para rezar junto ao túmulo de São Pedro e dos seus sucessores, especialmente de João XXIII e João Paulo II".

"O trabalho que realizam – destacou Francisco – requer preparação técnica e profissional, cuidada supervisão conjunta, com gentileza e dedicação. Os peregrinos e turistas, como todos os que trabalham nos diversos departamentos da Santa Sé, sabem que podem contar com a vossa cordial assistência”.

O Santo Padre também mencionou a atividade eficaz dos agentes durante os dias que precederam o Conclave depois da renúncia de Bento XVI e quis renovar o seu agradecimento e o dos seus colaboradores a todos aqueles que naquelas circunstâncias “ofereceram a sua contribuição para que tudo se realizasse com ordem e tranquilidade”.

Finalmente confiou-lhes à proteção da Virgem Maria e pediu-lhes que rezem por ele.

 (Trad.TS)