O papa Francisco e o cardeal Pironio

Servo de Deus escreveu a prece a Nossa Senhora da América

Roma, (Zenit.org) | 749 visitas

Desde a eleição do cardeal Jorge Mario Bergoglio como sucessor de São Pedro, muitos se interessaram pela sua história como jesuíta e pelo porquê da escolha do nome Francisco.

Houve outras pessoas no contexto eclesial da Argentina, como o servo de Deus cardeal Eduardo Francisco Pironio (1920-1998), também argentino e filho de imigrantes italianos, que a tal ponto se entusiasmaram com o mundo franciscano que, muitas vezes, viajavam até a Porciúncula de Assis para rezar e se confessar. Isto nos dá uma boa pista sobre o santo padre Francisco.

Na oração a Maria que reproduzimos abaixo, composta por Pironio, encontram-se muitos elementos comuns com a espiritualidade do papa Francisco. Aliás, o texto poderia facilmente ser atribuído ao atual pontífice.

Oração a Nossa Nossa Senhora da América

Virgem da esperança, Mãe dos pobres, Senhora dos que peregrinam, ouve-nos.

Hoje te pedimos pela América, o continente que visitas de pés descalços, oferecendo-lhe a riqueza do Menino que trazes no colo.

Um Menino pobre, que nos torna ricos. Um Menino escravo, que nos torna livres.

Virgem da esperança: a América desperta. Sobre as suas colinas desponta a luz de uma nova manhã.

É o dia da salvação que se aproxima. Sobre os povos que andavam nas trevas, brilhou uma grande luz. Essa luz é o Senhor que tu nos deste, há tanto tempo, em Belém, à meia-noite.

Queremos caminhar na esperança. Mãe dos pobres, há muita miséria entre nós. Falta o pão material em muitas casas. Falta o pão da verdade em muitas mentes. Falta o pão do amor em muitos homens. Falta o Pão do Senhor em muitos povos. Tu conheces a pobreza e a viveste.

Dá-nos alma de pobres para ser felizes, mas alivia a miséria dos corpos e arranca do coração de tantos homens o egoísmo que empobrece.

Senhora dos que peregrinam, somos o Povo de Deus na América. Somos a Igreja que peregrina rumo à Páscoa.

Que os bispos tenham um coração de pai. Que os sacerdotes sejam os amigos de Deus para os homens. Que os religiosos mostrem a alegria antecipada do Reino dos Céus. Que os leigos sejam perante o mundo testemunhas do Senhor ressuscitado.

E que caminhemos juntos, com todos os homens e mulheres, compartilhando angústias e esperanças. Que os povos da América avancem para o progresso pelos caminhos da paz na justiça.

Nossa Senhora da América: ilumina a nossa esperança, alivia a nossa pobreza, peregrina conosco rumo ao Pai. Amém.