O papa Francisco entre os mais influentes do Twitter

Dados são do relatório Twiplomacy 2013

Roma, (Zenit.org) Redacao | 990 visitas

"Queridos amigos, agradeço a vocês de coração e peço que continuem rezando por mim. Papa Francisco". Estas foram as primeiras palavras do novo pontífice no Twitter, no dia 17 de março. Quatro meses depois, o papa Francisco é uma das pessoas mais influentes no Twitter, com uma centena de tuítes publicados e oito milhões de seguidores, de acordo com o relatório Twiplomacy.

Trata-se de um estudo elaborado pela consultoria de comunicação Burson-Masteller, cujos dados mostram o papa Francisco como o líder mais influente no Twitter quando o critério é o número de retuítes (RT) de cada tuíte que ele publica.

Levando em conta o número de seguidores, o líder internacional mais popular nesta rede social é o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, com 34,6 milhões de seguidores.

Com quase 22.000 RT por tuíte, o papa Francisco é o líder com maior impacto e influência na rede social. O segundo classificado é Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, com menos de 5.000 RT por tuíte. Barack Obama, líder indiscutível no quesito quantidade de seguidores, cai para a quarta posição nesta classificação de influência.

Diante dos 21.300 RT do papa Francisco, Barack Obama (@BarackObama) recebe uma media de 2.500 RT e Nicolás Maduro (@NicolasMaduro) consegue 4.770 RT. Os tuítes do papa foram marcados como favoritos 863.000 vezes, com média de 8.630 Fav por tuíte. Cerca de 48% dos RT são da conta em espanhol, @Pontifex_es.

No final do período de sé vacante, as contas @Pontifex, em seus vários idiomas, somavam 3 milhões de seguidores. Com a chegada do novo papa, 800.000 novos seguidores surgiram em 4 dias. No fim de junho, a quantidade inicial de seguidores tinha dobrado. E foi no final de julho que as contas atingiram 8 milhões de seguidores. Ao iniciar o pontificado de Francisco, a conta @Pontifex com mais seguidores era a versão em inglês. Quatro meses depois, a conta mais popular é a @Pontifex_es, em espanhol, que reúne 38,9% de todos os seguidores.

Foi analisado também o conteúdo dos primeiros 100 tuítes do papa: Jesus (14,5%), amor e misericórdia de Deus (11%), caridade (11%), fé e oração (9,8%), solidariedade e austeridade (7,8%), testemunho cristão e apostolado (7,3%), obras e coerência de vida (7,3%), Jornada Mundial da Juventude (7%), Maria (6,5%) e jovens (3,7%).

Quanto ao ritmo de crescimento das contas, observa-se um crescimento muito mais intenso dos seguidores de língua espanhola (+300%) na comparação com os de língua inglesa (+71%), mas a conta que mais cresce é em português (+500%).

Para conhecer mais dados do relatório:

http://smreputationmetrics.wordpress.com/2013/07/28/os-100-primeiros-tuits-de-papa-francisco-pontifex_es-analisis-de-impacto/