"O papa pra mim é a pessoa mais importante do planeta"

O testemunho de fé do campeoní­ssimo ex-jogador de basquete, Oscar Schmidt

Brasília, (Zenit.org) Edmar Araújo | 1031 visitas

No último sábado, 7 de setembro, data em que se comemora o dia da independência no Brasil, o canal de TV ESPN Brasil exibiu o programa ‘Bola da vez’ onde o ex-jogador de basquete de inúmeros clubes e da seleção brasileira Oscar Schmidt era o entrevistado.

O âncora do programa, José Palomino, inicia um dos blocos indagando ao craque sobre a oportunidade de encontrar o Sumo Pontífice durante a Jornada Mundial da Juventude – Rio 2013 . Tido como um dos maiores jogadores de basquetebol de todos os tempos, Oscar testemunhou sobre o Papa Francisco e a sua fé católica.

“Eu tive a honra de levar minha esposa e meus dois filhos para encontrar o Papa. O Papa pra mim é a pessoa mais importante do planeta. Eu sou muito católico e ele é a conexão direta com Nosso Senhor. Ser convidado para estar pertinho dele já dá arrepios. Eu sequer pensei no meu tumor. Eu não sei porque as pessoas não se ajoelham quando ele passa”.

O ex jogador da seleção brasileira não deixou de brincar com a nacionalidade do Sumo Pontífice. Brasil e Argentina são tradicionais rivais no basquete e Schidmt, que durante anos enfrentou os ‘hermanos’ nas quadras, falou com bastante humor sobre o tema. 

“Esse é o primeiro argentino humilde que eu vi na vida. Pensei que não fosse ver alguém melhor que o João Paulo (II). Eu falei que estava rezando para ele enquanto eu me ajoelhei diante dele. E ele respondeu ‘Gracias’. Que coisa linda esse ‘gracias’.

Recordista mundial de pontuação do basquetebol com 49.703 pontos, Oscar luta contra um câncer no cérebro. Segundo o atleta, mesmo se perder a batalha para a doença, a bênção papal não deixa de ser importante em sua vida. “Eu fiquei emocionado demais. Foi um momento muito importante na minha vida. Se tiver que ir ‘embora’, esse momento já valeu tudo”.