O "Pátio dos Gentios" chega em Budapeste

Três dias, a partir de hoje, dedicados ao tema "Moralidade, economia, sociedade secular no século 21"

Roma, (Zenit.org) Redacao | 262 visitas

Uma nova etapa para o "Pátio dos Gentios": a iniciativa de diálogo entre crentes e não-crentes promovida pelo Pontifício Conselho para a Cultura, presidido pelo cardeal Gianfranco Ravasi, chegou hoje em Budapeste, para permanecer três dias (4 de fevereiro a 6), e dedicar-se ao tema "Moralidade, economia, sociedade secular no século 21".

O encontro é organizado pela Conferência Episcopal da Hungria, em colaboração com a Universidade Corvinus e com a Universidade católica Pázmány Péter. Como relatado em um comunicado de imprensa, está inaugurando hoje o trabalho o card. Peter Erdo, arcebispo de Budapeste e primaz da Hungria. Seguirão os discursos de Szuromi Szabolcs , reitor da Universidade Pázmány Péter, e do Cardeal Ravasi.

AndrásZs Varga dará a conferencia “Rumo a um Estado de direito totalitário?"; Péter Szolgay vai oferecer uma reflexão sobre as questões morais no Information technology e na biônica; Máté Botos falará de “O desencanto da economia, um sentido moral em um contexto secularizado"; enquanto Gyula Bandi focará seu discurso sobre "Dignidade humana, direitos e obrigações e ética ambiental". Outros temas serão a responsabilidade social da empresa do ponto de vista católico; moralidade e regulação da concorrência; a renovação da economia social de mercado da perspectiva da doutrina social católica; moral e estabilidade financeira e ética e desenvolvimento das ajudas internacionais. 

Trad.TS