O respeito pelo meio ambiente faz parte da vocação cristã

Pe. Davide Martini, vice-pároco em Roma, fala do projeto Igreja ecologia

Roma, (Zenit.org) Federico Cenci | 352 visitas

"Uma fonte de vida e de graça": assim se autodefine, em seu site oficial, a paróquia de Santa Maria del Buon Consiglio, em Roma, localizada em meio a um denso labirinto de edifícios e lojas e ponto de referência para todo o bairro há quase um século.

Foi assim especialmente durante os turbulentos anos da Segunda Guerra Mundial, quando a paróquia forneceu abrigo e assistência aos pobres e perseguidos. Emergiram nessa mesma paróquia a personalidade e o altruísmo de Arnaldo Canepa, catequista e fundador do Centro Oratori Romani. Canepa, já reconhecido como Servo de Deus, está em processo de beatificação.

A paróquia de Santa Maria do Bom Conselho, com a sua história longa e intensa, também é capaz de olhar para o futuro. O pe. Davide Martini, jovem sacerdote ordenado em 2010 e atualmente vice-pároco, testemunhou essa postura paroquial durante um encontro do Centro Interuniversitário de Pesquisas em Ciências Ambientais e Biotecnologia, durante o qual falou de questões que estão no centro do projeto "Igreja ecologia". O objetivo desse projeto é promover a proteção, a adaptação ambiental e a eficiência energética do patrimônio imobiliário eclesiástico.

"O respeito pelo meio ambiente faz parte da vocação cristã", diz o pe. Davide. "Adão e Eva receberam de Deus o seguinte mandamento: sede fecundos e multiplicai-vos, enchei a terra e dominai-a, com os peixes do mar, as criaturas que voam pelos céus e toda criatura vivente que se move sobre a terra (cf. Gênesis 1,28). Isto significa que temos de cuidar não só de uma pequena parte do planeta, mas do planeta inteiro".

Para o vice-pároco, é importante que os fiéis entendam que "o respeito pelo meio ambiente exige atenção para as pequenas coisas. Talvez não vamos ser nós quem elimine a poluição, mas podemos dar pequenos passos". Os paroquianos podem adotar "políticas de desenvolvimento sustentável e se tornar exemplos para a comunidade, fazendo coisas concretas".

O pe. Davide quer implantar na paróquia a promoção de "caminhos de desenvolvimento sustentável", informando os fiéis sobre "procedimentos regulamentares e administrativos".