O S. Lorenzo de Almagro viajará a Roma para celebrar com o Papa

O time de futebol que Francisco torce venceu o Torneio Incial da Argentina

Roma, (Zenit.org) Redacao | 215 visitas

Como se fosse um presente de aniversário antecipado para o Papa, o time de futebol San Lorenzo, do qual Francisco é torcedor e sócio, se proclamou ontem campeão do Torneio Inicial da Argentina.

Os líderes do time estão preparados para trazer pessoalmente o troféu para o pontífice argentino no dia do seu 77 º aniversário. Logo após o empate contra o Velez Sarsfield que deu o título ao San Lorenzo, o vice-presidente do time, Marcelo Tinelli, que também é um conhecido apresentador de televisão na Argentina, confirmou que  estavam “organizando uma audiência com Francisco” para que o papa possa ver o troféu.

A delegação que visitará o papa estará formada pelo presidente, Matias Lammens; o vice-presidente primeiro, Marcelo Tinelli, e o gerente Bernardo Romeo.

"É uma visita rápida, ainda falta confirmar quando será a audiência, suponho que entre amanhã e quarta-feira. Vai ser algo emocionante, queremos dar o troféu para o papa”, afirmou Romeo ao Télam.

Em sua conta no Twitter, o vice-presidente Tinelli agradecia dessa forma ao papa: “Buongiorno a todos. Faltando só um dia para o seu aniversário, ao Papa Francisco, Cuervo de alma, só dizemos OBRIGADO”.

É bem conhecido o gosto do santo padre pelo futebol e concretamente pelo time San Lorenzo. No passado mês de março, o pontífice enviou uma carta ao clube na qual lhes pedia que “além do futebol, peço-lhes cultivar a amizade com Jesus".

Além disso, no dia 10 de abril, o Papa Francisco encontrou-se com Matias Lammens, presidente do San Lorenzo ao terminar a audiência geral da quarta-feira. Os diretores do San Lorenzo presentearam o Papa com uma camiseta do San Lorenzo com o seu nome escrito. Sobre aquele encontro, o clube indicou que Francisco perguntou “sobre a atualidade do clube e lembrou com muita felicidade quando assistia ao Viejo Gasómetro junto com o seu pai e até acompanhou com gestos enquanto recordava um gol de Pontoni, jogador do time campeão do 46, seu time favorito”.

(TRAD TS)