O Santo Padre se solidariza com as vítimas do terremoto no Chile

Os fortes tremores provocaram seis mortes e grandes danos materiais

Cidade do Vaticano, (Zenit.org) Rocio Lancho García | 174 visitas

O Santo Padre se manifestou solidário às vítimas do terremoto de 8,2 graus na Escala Richter, que aconteceu nesta quarta-feira, 1º de abril, no norte do Chile. O sismo provocou a morte de seis pessoas, grandes danos materiais e a evacuação de milhares de cidadãos devido ao risco de tsunami. O papa Francisco enviou um telegrama ao cardeal Ricardo Ezzati, arcebispo de Santiago e presidente da Conferência Episcopal Chilena.

O pontífice se mostra “profundamente sentido ao receber a notícia do sismo que deixou vítimas e feridos, assim como danos materiais e muitos desabrigados nesse amado país”. Prossegue Francisco: “Por seu meio, desejo fazer chegar a todos os chilenos a minha solidariedade e o meu profundo afeto”. O papa pede "que Deus conceda o eterno descanso aos falecidos, console os afetados por tão lamentável desgraça e inspire, em todos, sentimentos de esperança para enfrentar esta adversidade".

O Santo Padre roga ainda, "encarecidamente, às comunidades cristãs, instituições civis e pessoas de boa vontade que, nestes tristes momentos, prestem uma ajuda eficaz aos danificados, com espírito generoso e fraterna caridade". Ao terminar, Francisco invoca “a amorosa proteção de Nossa Senhora do Carmo” e concede a sua bênção “como sinal de cordial apreço pelo nobre povo chileno, tão presente em meu coração”.

Dom Guillermo Vera, recém-empossado bispo de Iquique, a cidade mais próxima do epicentro do terremoto, passou a madrugada acompanhando as pessoas evacuadas da área costeira. "As pessoas, templos vivos de Deus, são a nossa primeira prioridade neste momento", afirmou o bispo, respondendo sobre a situação da diocese depois do abalo sísmico.

Após evacuar a própria residência, dom Vera "passou grande parte da madrugada acompanhando as pessoas nesta situação de aflição e visitou o hospital local", informa a Conferência Episcopal.

Durante a quarta-feira, o bispo percorreu as paróquias da cidade junto com seus colaboradores e, através das comunidades paroquiais e colégios da Igreja, fez um diagnóstico da situação das pessoas e das comunidades para identificar as principais necessidades e demandas. Às 20 horas, dom Vera presidiu a concelebração eucarística na catedral de Iquique pelo eterno descanso das vítimas.

Uma réplica de magnitude 7,6 voltou a sacudir o Chile na quarta-feira à noite. O forte tremor levou novamente as pessoas para as ruas, incluindo a presidente chilena Michelle Bachelet e alguns de seus ministros, que estavam num hotel de Iquique. Horas antes, a presidente tinha percorrido a região para avaliar os danos provocados pelo terremoto.