"O segredo da Jornada Mundial da Juventude é a comunhão entre os organizadores de todos os países"

Padre Eric Jacquinet,responsável pela sessão jovem do Pontifício Conselho para os leigos no II Encontro internacional preparatório para a JMJ Rio2013

| 872 visitas

BELO HORIZONTE, terça-feira, 26 de novembro de 2012(ZENIT.org) – Os mais de 200 delegados provenientes de 75 países que participam do II Encontro internacional preparatório para a JMJ Rio2013, reunidos no Rio de Janeiro até o dia 29 de novembro, abordaram assuntos práticos no primeiro dia do evento.

Durante o Encontro, na manhã de segunda-feira (26), foram esclarecidas questões sobre a geografia da cidade, o sistema de vistos e ingresso no Brasil, e também temas específicos da Jornada como as inscrições, hospedagens, acessos especiais e acolhimento dos Bispos.

À tarde foram abordados argumentos sobre a segurança da cidade, seguros, alimentação, transporte, tipos de peregrinos, local da vigília e da missa de envio.

Em entrevista para a Web TV Redentor, o responsável pela sessão jovem do Pontifício Conselho para os leigos, Padre Eric Jacquinet, disse que “o segredo da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) é a comunhão entre os organizadores de todos os países, por isso este momento é muito importante. O êxito da JMJ depende desta comunhão, de cada Conferência Episcopal e de cada Movimento do mundo, também é um intercâmbio de coisas muito práticas que necessitamos saber como alojamentos e vistos”.

Para Pe. Eric “o assunto principal é manter a unidade entre todos para garantir o êxito da JMJ no Rio de Janeiro”.

O primeiro dia do Encontro terminou com a celebração eucarística presidida pelo presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos dos Brasil (CNBB), Dom Edurado Pinheiro.

(MEM)