O Vaticano estuda os Novos Movimentos Religiosos

Comunicado do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso

Roma, (Zenit.org) | 669 visitas

Quinta-feira, 16 maio, na Domus Santa Marta, houve uma consultoria sobre Novos Movimentos Religiosos, organizado pelo Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso. O objetivo desta iniciativa foi proporcionar a oportunidade de aprofundar um tema que merece atenção e reflexão. Cerca de quarenta participantes, representantes de vários Dicasterios do Vaticano, Universidades Pontifícias, da Conferência Episcopal Italiana e do Vicariato de Roma estavam presentes.

O Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso e a Congregação para a Evangelização dos Povos e os Pontifícios Conselhos para a Promoção da Unidade dos Cristãos e para a Cultura, ha algum tempo estuda o fenômeno dos Novos Movimentos Religiosos.

Desde 1986, ano em que foi publicado o breve relatório provisório, intitulado "O fenômeno das seitas e novos movimentos religiosos desafio pastoral", resultado de um questionário enviado dois anos antes as Conferências Episcopais, os Dicasterios mencionados continuaram o trabalho de reflexão publicando uma antologia de textos da Igreja Católica (1986-1994) sobre Novos Movimentos Religiosos, intitulado "As seitas e os novos movimentos religiosos: textos da Igreja Católica (1986-1994)".

Em 2003 foi publicado o livro "Jesus Cristo portador da água da vida. Uma reflexão cristã sobre a "Nova Era" a cura dos Pontifícios Conselhos para a Cultura e para o Diálogo Inter-religioso, que foi seguido, em 2004, por uma Consulta Internacional sobre a “Nova Era”. A consultoria de 16 de maio é mais um passo no caminho da reflexão, do estudo e da pesquisa de respostas pastorais eficazes.

Os relatores discutiram vários temas: Mons. Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, falou sobre " Novos Movimentos Religiosos e a nova evangelização", o Rev. P. Michael Fuss, Pontifícia Universidade Gregoriana, abordou o tema "Novas Fronteiras do sagrado. Diálogo e confronto entre fé e credulidade", o Rev.mo Bispo Juan Usma Gomez, diretor do Pont. Cons. para a Promoção da Unidade dos Cristãos, falou de "católicos e pentecostais, comparação:  identidade, relacionamentos e perspectivas".

Então, tomou a palavra Dom Alessandro Olivieri Pennesi, chefe do Gabinete para os Novos Cultos do Vicariato de Roma, que refletiu sobre "O fenômeno da Nova Era", enquanto o Rev. P. Michael P. Gallagher SJ, da Universidade Pontifícia Gregoriana, falou sobre "O fenômeno da Nova Era e Novos Movimentos Religiosos: análise do contexto cultural", Sua Em.za Cardeal Jean-Louis Tauran, presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso  abriu e encerrou o evento, enquanto o Rev. P. Miguel Angel Ayuso Guixot, Secretário do Departamento, foi o moderador.