O Vaticano II e a mariologia

Começa em Roma o 23º Congresso Mariológico Mariano Internacional

| 1088 visitas

Antonio Gaspari

ROMA, quarta-feira, 5 de setembro de 2012 (ZENIT.org) - Começou ontem, 4 de setembro, o 23º Congresso Mariológico Mariano Internacional, organizado pela Pontifícia Academia Mariana Internacional (PAMI).

Os encontros acontecem em Roma, no Auditorium Antonianum da Pontifícia Universidade Antonianum, com duas reuniões matutinas seguidas pelos trabalhos de grupo na parte da tarde. Os encontros seguem até domingo, 9.

O tema de reflexão do congresso é A Mariologia a partir do Concílio Vaticano II: Recepção, Balanço e Perspectivas. O Santo Padre nomeou como presidente do congresso o cardeal Angelo Amato, SDB, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos.

Bento XVI se reunirá os participantes para um encontro de oração na manhã de 8 de setembro, na residência de verão de Castel Gandolfo.

A PAMI é um ente pontifício internacional de ligação entre todos os cultores de mariologia católicos, ortodoxos, protestantes e muçulmanos. João XXIII, na carta apostólica Maiora in Dies, determinou como escopo da PAMI promover e animar os estudos de mariologia através dos Congressos Mariológicos Marianos Internacionais, bem como publicar os seus estudos.

Além disso, a PAMI tem a tarefa de coordenar as outras academias e sociedades marianas existentes no mundo e velar contra qualquer excesso ou minimalismo mariológico. O papa determinou que a academia mantenha um conselho para garantir a organização dos congressos e a coordenação das sociedades mariológicas, dos estudiosos e dos professores de mariologia. A PAMI é membro do Pontifício Conselho para a Cultura e seu presidente e secretário são nomeados pelo papa.

Em 13 de junho de 1998, renovando a convenção que a vincula à Pontifícia Universidade Antonianum, a PAMI criou a cátedra de estudos marianos Beato João Duns Scotus, na faculdade de Teologia. A pedido do cardeal Paul Poupard, a Pontifícia Academia começou também o projeto de coordenação dos professores de mariologia.

O encontro conta com a presença dos maiores especialistas mariológicos do mundo e prevê grupos de trabalho organizados por idioma: inglês, espanhol, português, francês, alemão, esloveno, croata e polonês.

Para mais informações: pami@pami.info

(Tradução:ZENIT)