Obrigado Bento XVI

Agradecimento de Frei Patricio Sciadini,ocd, delegado geral da Ordem Carmelita no Egito

Cairo, (Zenit.org) Frei Patrício Sciadini | 1514 visitas

Assim fazem os santos, não mandam recados, nos surpreendem como Deus com sua visita, assim o papa Bento XVI com sua humildade, o seu silencio, surpreendeu o mundo com um gesto que não se via na Igreja há mais de séculos, desde que o Papa Celestino V renunciou ao papado. Motivos diferentes de renuncia mas ambos com gestos de humildade e de amor a Igreja.

O papa Bento com suas palavras sempre sóbrias, como bom alemão que não gasta palavras demais para dizer o que pensa, disse que depois de ter rezado viu que era necessário ter mais força, mais saúde, mais atenção ao momento da Igreja. Era necessário, com a mesma humildade com que aceitou ser Papa, renunciar a este oficio ministerial.

Não me surpreenderia se ele se retirasse em um mosteiro ou fizesse da sua casa um “mosteiro”; em vários momentos ele manifestou o seu amor pelos monges beneditinos e por São Bento.

Muito obrigado Santo Padre Bento XVI, sem duvida o seu gesto faz tremer os orgulhosos e faz exultar os humildes.

Vossa Santidade jamais saberá o que escreveu este insignificante carmelita descalço que vive no Egito mas antes de vir foi do Senhor que recebeu a benção e as palavras consoladoras.

Que o Senhor da Vida dê a Vossa Santidade longa vida, santidade e que o seu exemplo possa dar a todos o sentido não do poder, mas do serviço: “Não vim para ser servido mas para servir” e o senhor, Papa, nos deu o exemplo.

Que Santa Teresinha nos envie do céu uma chuva de rosas e bençãos.

Abuna Batrik

(Abuna Batrik foi o nome recebido por Frei Patricio Sciadini,ocd, delegado geral da Ordem Carmelita no Egito)