Ordem equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém ora pelo Papa

| 1023 visitas

ROMA, quinta-feira, 27 de maio de 2010 (ZENIT.org). - A Ordem equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém se reuniu no domingo, 23 de maio, em Santa Maria a Maior, para expressar sua solidariedade e afeto para com o Papa Bento XVI.

O Grão-mestre da Ordem, cardeal John Patrick Foley, presidiu a Eucaristia para os membros da instituição leiga à qual foi confiada a missão de suprir as necessidades do Patriarca latino de Jerusalém.

A iniciativa da oração na basílica papal liberiana - explicou "L'Osservatore Romano" - conclui um período de intensa atividade na Ordem, que promoveu recentemente uma peregrinação a Turim para venerar o Sudário. Centenas de damas e cavaleiros, guiados pelo cardeal Foley, rezaram no Domo de São João Batista, diante do tecido sagrado.

Antes disso, foi realizada uma conferência abordando questões históricas e ceintíficas, seguida da missa dominical na igreja de São Filipe Néri, presidida pelo cardeal arcebispo de Turim, Severino Poletto, e concelebrada pelo Patriarca de Jerusalém dos latinos, Fouad Twal, recém-chegado da Terra Santa.

Nos dias precedentes, o Grão-mestre do Soberana Orden Militar de Malta (SOMM), frei Matthew Festing, havia conferido as insígnias Balí da Grande Cruz de Honra e Devoção ao cardeal Foley, na presença do patrono da Ordem maltesa, o arcebispo Paolo Sardi, e dos membros do governo da SOMM.

O purpurado norte-americano estava acompanhado pela cúpula da Ordem de Jerusalém, liderada pelo governador geral Agostino Borromeo. Estavam também presentes os embaixadores da Itália, da Ordem de Malta e dos EUA junto à Santa Sé.

Frei Festing lembrou as relações particularmente estreitas entre as duas ordens que "há dez séculos prestam seu serviço à Igreja universal, com base nos sólidos princípios cristãos do amor e da caridade".

Ao conferir a honraria ao cardeal Foley, já capelão da Ordem de Malta desde 2002, o Grão-mestre Festing reconheceu "o zelo, a consideração e a estima" que o purpurado sempre demonstrou ao levar adiante "os esforços conjuntos no trabalho pastoral de promoção do ministério petrino".