Os bispos filipinos dão sugestões de como se preparar para a próxima viagem do Papa

Os prelados esperam que a presença do Papa no país, no próximo ano, conforte a população afetada pelas calamidades naturais e convidam os fieis a esperar em uma perspectiva espiritual

Roma, (Zenit.org) Redacao | 250 visitas

"Amor, misericórdia e compaixão": esta será a mensagem pastoral que trará a presença do Papa Francisco em sua visita apostólica ao País, prevista para o início do próximo ano, escrevem os bispos de Manila, em uma carta pastoral publicada no dia 7 de julho, no final da 109° Assembleia Plenária.

Lembrando que Bergoglio será o terceiro Papa a visitar o país, depois de Paulo VI e João Paulo II, os bispos ressaltaram que o encontro com o Santo Padre será uma oportunidade "para confirmar a fé de cada um, diante do desafio de testemunhar a alegria do Evangelho em meio às dificuldades".

Em particular - informa Rádio Vaticano - a Conferência Episcopal das Filipinas (CBCP) expressou o desejo de que a visita do Papa possa encorajar e confortar a população local, devastada por um forte terremoto e pelo tufão Hayan, no ano passado. O convite aos fiéis é, portanto, de se prepararem para o encontro com o Sucessor de Pedro, não só do ponto de vista da "logística", mas especialmente em uma perspectiva espiritual caracterizada pela "humildade e compaixão."

"Façam um ato de misericórdia por dia - sugerem os bispos - por exemplo, ensinem o Evangelho às crianças, ajudem um colega em apuros, visitem um detento". Essencial também receber os sacramentos da Reconciliação e da Eucaristia, preparando a visita do Papa "com a oração comum em família". (Trad.T.S.)