Os vencedores da terceira edição do International Catholic Film Festival

Ontem, no Museu do Vaticano, a cerimônia de premiação

| 924 visitas

ROMA, sexta-feira, 06 de julho de 2012(ZENIT.org) – Ontem a noite, no Cortile Ottagono dos Museus do Vaticano, aconteceu a cerimônia de premiação da terceira edição do Mirabile Dictu - International Catholic Film Festival, idealizada pela diretora, prdutora e editora Liana Marabini.

A noite foi conduzida pelo jornalista e escritor Armando Torno e contou com a participação especial do cardeal Gianfranco Ravasi, presidente do Pontifício Conselho para a Cultura, dicastério que apoiou o Festival.

Estes foram os vencedores da III edição, decretados pelo júri presidido por Remo Girone:

Melhor Filme:

Churchmen (Francia) di Rodolphe Tissot / Zadig Productions

Melhor ator protagonista:

Andy Garcia (For Greater Glory, The True Story of Cristiada – Messico/USA)

 Melhor Diretor:

Immacolata Hoces (A Song)

Melhor Curta-Metragem:

On the Road to Tel Aviv (Israel) di Ken Shalem

Melhor documentário:

Cercando le 7 chiavi di Antonio Gaudí (Italia) di Massimiliano Manservigi

Além disso foram atribuidos:

Prêmio especial da Capax Dei Foundation por obra prima ao filme “Hay mucha gente buena” (Spagna) de Antonio Cuadri

Prêmio especial do Júri Jovem para uma obra juvenil ao filme  “The War of the Vandée” (USA) di Jim Morlino / Navis Pictures.

Ao final foi entregue o prêmio pela carreira ao ator e cineasta francês Robert Hossein, que recordou o período vivido a Roma, na Via Margutta, próximo a Fellini, e os três anos que trabalhou com Sordi, Manfredi, Tognazzi, Mastroianni, Claudia Cardinale, Sophia Loren, Virna Lisi. 

MEM