Padre sofre ataque violento na Índia

Igreja em Orissa pede mais proteção no Natal

| 1152 visitas

JABALPUR, quarta-feira, 22 de dezembro de 2010 (ZENIT.org) – Um sacerdote católico foi espancado por um grupo de pessoas não identificadas na sexta-feira passada, no distrito de Jabalpur. O padre conseguiu escapar e salvar sua vida, segundo informa UCANews.

Esse novo ataque levou os bispos das dioceses do Estado indiano de Madhyra Pradesh a pedir proteção nas festas de Natal. Também em Orissa, cenário das perseguições violentas contra os cristãos em 2008, estes foram ameaçados por hinduístas radicais neste Natal.

O sacerdote espancado foi o padre Thomas Chirattavayalil, atacado por um grupo de 12 desconhecidos que invadiram sua casa de madrugada, em uma missão na diocese de Satna. O sacerdote precisou levar pontos na cabeça e ficou com hematomas em todo corpo.

No hospital, o padre assegurou que desconhecia os motivos do ataque, pois não tinha inimigos. Ele recebe agora proteção policial. Dom Mathew Vaniakizhakkekl, bispo de Satna, pediu também proteção para as igrejas durante as festas de Natal.

No Estado de Orissa, especialmente no distrito de Kandhamal, os cristãos estão assustados após o anúncio de ataques de grupos radicais hindus.

O motivo dos ataques no Natal, segundo afirmou o líder do partido radical Kandhamal Kui Samaj, seria “celebrar” o suposto assassinato de um hindu, Khageswar Mallick, por cristãos, em 2007.

Mallick morreu enquanto participava da demolição de uma igreja cristã. Na onda de violência anti-cristã em Orissa, naquela época, os radicais hindus incendiaram 750 casas e 115 igrejas e conventos. Entre o Natal de 2007 e o sangrento verão local de 2008, morreram 500 cristãos.