Padres devem formar família de irmãos, diz cardeal

D. Odilo Scherer pede que fiéis rezem e apóiem os sacerdotes

| 1219 visitas

Por Alexandre Ribeiro

SÃO PAULO, quinta-feira, 31 de julho de 2008 (ZENIT.org).- No contexto do mês das vocações no Brasil, agosto, o arcebispo de São Paulo recorda que os padres devem formar entre eles uma nova “família de irmãos”.

O cardeal Odilo Scherer afirma –em mensagem aos fiéis de sua arquidiocese divulgada ontem– que o sacerdócio de Cristo prolonga-se na Igreja, "povo sacerdotal".

“Todos os batizados são chamados a viver uma vida santa e agradável a Deus e a santificar também o mundo pela sua vida e atuação, inspirados e animados pelo Espírito Santo.”

De acordo com o arcebispo, o sacerdócio de Cristo “prolonga-se através do sacerdócio ministerial recebido como graça e missão pelos diáconos, padres e bispos, para o serviço dos irmãos e a santificação do mundo”.

Dom Odilo considera que os padres formam um "corpo sacerdotal", uma nova "família de irmãos" e “precisam cultivar e expressar os laços da profunda fraternidade que os une em Cristo, de cujo sacerdócio todos participam”.

“Todos estão a serviço da mesma missão de evangelização e edificação da Igreja de Cristo e, com o bispo, são os primeiros responsáveis pela condução e a animação da vida eclesial.”

O arcebispo pede aos fiéis: “rezemos sempre pelos nossos padres e os apoiemos no exercício de sua grande e bela, mas desafiadora missão”.

Dom Odilo destaca que a arquidiocese de São Paulo vive três “momentos sacerdotais muito intensos” ao redor deste período vocacional que marca o mês de agosto.

No dia 23 de julho, um sacerdote salesiano de São Paulo foi nomeado bispo da diocese de São Luís de Cáceres (Mato Grosso): padre Antônio Emídio Vilar, SDB, pároco da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora (Luz, Região Sé).

Já o padre Antônio Carlos Rossi Keller, até agora pároco da paróquia Santo Antônio, bairro do Limão (Região Santana), foi nomeado bispo da diocese de Frederico Westphalen (Rio Grande do Sul) e inicia este mês seu ministério.

O outro evento que marca o tempo sacerdotal do mês de agosto em São Paulo é a celebração dos 50 anos de sacerdócio do cardeal Cláudio Hummes, antigo arcebispo local.