Papa apóia vítimas das chuvas na Polônia

Palavras de solidariedade durante a audiência geral

| 294 visitas

CASTEL GANDOLFO, quarta-feira, 20 de agosto de 2008 (ZENIT.org).- Bento XVI manifestou seu apoio às vítimas dos devastadores temporais que atingiram a Polônia.

Em sua saudação em polonês aos peregrinos congregados no pátio interior do palácio apostólico de Castel Gandolfo por ocasião da audiência geral de quarta-feira, o Papa recordou que na semana passada essa nação «foi atingida por tempestades e furacões, acontecimentos insólitos para aquela região», e que isso provocou «mortos e feridos», ao mesmo tempo em que «muitos perderam o patrimônio de uma vida inteira».

«A todos que de alguma forma sofreram dano por causa desta desgraça, quero assegurar minha proximidade espiritual e minha lembrança na oração», acrescentou.

Ao menos 3 pessoas faleceram no sul da Polônia na semana passada, por diversos acidentes provocados pelas chuvas e fortes ventos de furacões, enquanto vários turistas ficaram feridos em Czestochowa.

Torrenciais tempestades flagelaram amplas áreas da Polônia no fim de semana passado. O governador da região oriental de Podlasie pediu que se declarasse o estado de catástrofe natural.

Segundo alguns cálculos, foram atingidas 200 fazendas em 38 localidades, enquanto dois mil edifícios e cerca de 4.600 automóveis sofreram danos.